Rabo preso: Em 2008, Marin recebeu o Colar do Mérito Institucional do Ministério Público

Jose_Maria_Marin19_Ministerio_Publico

Via Portal do Ministério Público de São Paulo em 6/3/2008

O Ministério Público do Estado de São Paulo outorgou em 5/3/2008, em sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça, o “Colar do Mérito Institucional do Ministério Público” ao ex-governador do Estado José Maria Marin.

A cerimônia foi conduzida pelo procurador-geral de Justiça Rodrigo César Rebello Pinho. Pelo Órgão Especial do Colégio dos Procuradores discursou o procurador de Justiça José de Arruda Silveira Filho (leia a íntegra do discurso). Em nome da Associação Paulista do Ministério Público falou o presidente Washington Epaminondas Medeiros Barra, representando o governador do Estado fez uso da palavra o secretário da Justiça e Defesa da Cidadania Luiz Antônio Guimarães Marrey. Também fizeram uso da palavra os deputados estaduais Fernando Capez e Campos Machado, o ex-governador do Estado Luiz Antônio Fleury Filho e o homenageado José Maria Marin que, emocionado, agradeceu a todos os companheiros de política, do esporte, amigos pessoais, familiares e integrantes do Ministério Público que lotaram o auditório Queiroz Filho do prédio-sede da PGJ.

Integraram a mesa, além dos que discursaram, o secretário do órgão Especial do Colégio de Procuradores Irineu Roberto da Costa Lopes, o ex-governador Cláudio Lembo, o deputado estadual Antônio Salim Curiati, o integrante do Conselho Nacional de Justiça Felipe Locke Cavalcante, o corregedor-geral do MPSP Antônio de Pádua Bertone Pereira, o presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo Eduardo Bittencourt Carvalho, o procurador do Estado José Luiz Souza Moraes, representando o procurador-geral do Estado, o procurador de Justiça e secretário do Conselho Superior do Ministério Público Luís Daniel Pereira Cintra, o desembargador José Emmanoel França representando o presidente da Associação Paulista de Magistrados, o secretário de Estado de Esporte, Lazer e Turismo Claury Santos Alves da Silva, o secretário de Estado da Administração Penitenciária Antônio Ferreira Pinto, a advogada e diretora-adjunta da Mulher Tallulah Kobayashi de Carvalho, representando a OAB – Secção São Paulo, o secretário-executivo da Procuradoria de Justiça Criminal Mágino Alves Barbosa Filho, o vice-secretário-executivo da Procuradoria de Justiça de Habeas Corpus e Mandados de Segurança Criminais Paulo Álvaro chaves Martins Fontes, os desembargadores Ademir Carvalho Benedito e José Carlos Ferreira Alves e o presidente da Federação Paulista de futebol Marco Pólo Del Nero.

Leia também:
O dia em que o JN se despediu do parceiro Ricardo Teixeira, o homem da propina de R$73 milhões
Rede Globo mentiu sobre envolvimento da mídia no escândalo da Fifa
O péssimo exemplo de Neymar Jr.
Nike deu US$30 milhões a Hawilla no acordo com Ricardo Teixeira
Andrew Jennings, uma pedra no sapato da Fifa
Rede Globo e Nike são citadas em inquérito sobre corrupção no futebol
Novas denúncias colocam a Alemanha no escândalo da Fifa
Corrupção é coisa de país do Terceiro Mundo. É mesmo?
Quanto vale a opinião de Ronaldo?
Em troca da Copa 2006, Alemanha cedeu armamentos e propina para vários países
O sigilo total sobre Ricardo Teixeira e Rossell, ex-Barça. A grana se foi, doutores do MP.
Em ação contra Ricardo Teixeira no STF, Joaquim Barbosa pulou fora
Luciano Martins Costa: Futebol e o ninho de ratazanas
Acordo com ditadura possibilitou eleição de Havelange à Fifa
A Receita Federal tem medo de falar na Globo?
Ricardo Teixeira é o homem-bomba que a Globo não quer ver denunciado
A CBF e a cara do Brasil
Paulo Moreira Leite: A síndrome de Pelé
Fifa: Saiba por que o silêncio de Ronaldo e Pelé está ligado a J.Hawilla e aos EUA
Como os editores escolhem a capa da Veja
Por uma lei que obrigue os candidatos a usarem a logomarca de seus patrocinadores
Globo silencia sobre a corrupção em seu quintal
De dono do futebol brasileiro a delator: A ascensão e queda de J.Hawilla
Por que a Polícia Federal se sentou em cima das fraudes da CBF nestes anos todos?
Corrupção na Fifa: Quais são os negócios do réu confesso com a Globo
Como o homem que tentou eleger Marina Silva virou escudo de Del Nero na CBF
Especialista de Harvard alerta sobre interesses dos EUA em crise na Fifa
Leão vai pra cima dos sonegadores do futebol
Fifa: Globo esconde que J.Hawilla é sócio de filho de João Roberto Marinho
Golpe imperialista: EUA pedem cancelamento da Copa na Rússia e o afastamento de Blatter
Será que tem alguém que ainda quer alguma coisa padrão Fifa?
Prender Dirceu e Genoíno é fácil. Difícil, no Brasil, é prender Marin
O escândalo da Fifa “é só o começo”, diz polícia norte-americana
Recordar é viver: Marin e Aécio Neves, uma tabelinha impagável
Vídeo: A prisão de José Maria Marin e a compra de resultados no futebol
Recordar é viver: Dilma quer Marin fora da CBF
O jornalista que expôs a corrupção da CBF
Jornalista que investigou Ricardo Teixeira é condenado sem conhecer acusação
É intolerável ver Marin na abertura da Copa 2014, diz filho de Herzog
Futebol e ditadura: Filho de Vladimir Herzog cria petição online para tirar Marin da CBF
Após denúncias, Marin, presidente da CBF, garante R$100 mil por mês a Teixeira
Comissão da Verdade pode citar José Maria Marin pela morte de Herzog
José Maria Marin foi o responsável pela prisão de Herzog
CBF: Alguém explique pra Globo a diferença entre comissão e propina
CBF: A Globo está envolvida no suborno de Havelange e Ricardo Teixeira
Tremei TV Globo: João Havelange e Ricardo Teixeira recebiam propina
Depois das denúncias vindas da Suíça, a Globo vai blindar Havelange e Teixeira?
Globo não revela seus codinomes no relatório da propina a Ricardo Teixeira
Allianz Parque: O dia em que a Globo e a CBF censuraram um estádio
O caso de sonegação da Globo e o escândalo HSBC
PF confirma abertura de inquérito contra sonegação da Globo
Rede Globo sonega milhões de reais em impostos
A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark
Estarrecedor: Por sonegação, Receita Federal notificou a Globo 776 vezes em dois anos
Rede Globo tem os bens bloqueados pela Justiça
Ex-funcionária da Receita que sumiu com processos contra TV Globo é condenada à prisão
Leandro Fortes: O povo não é bobo
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 1ª parte: “Injusto é pagar imposto no Brasil.”
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 2ª parte: Como o processo sumiu da Receita e sobreviveu no submundo do crime
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 3ª parte: A história da funcionária da Receita que sumiu com o processo
Vídeo: O documentário sobre o escândalo de sonegação da Globo
Vazou tudo: Sonegação da Rede Globo está na web
A sonegação da Globo, o Ministério Público e a PEC 37
Saiba como funcionava a empresa de fachada das Organizações Globo nas Ilhas Virgens

2 Respostas to “Rabo preso: Em 2008, Marin recebeu o Colar do Mérito Institucional do Ministério Público”

  1. gustavo_horta Says:

    Olha só. Hipocrisia e mato nascem em todo canto. Não precisa cultivar. Cretinos e canalhas nascem sem pais e sem país. Covardes abundam neste meio de hipócritas.
    Os quatro poderes desta pobre república se locupletam nesta orgia, nesta suruba, neste bacanal onde os ânus são sempre e unicamente os nossos. Não me enganei não. Quatro mesmo.
    Uma dia a casa cai. Ah!, um dia cai sim.

  2. Bene Nadal Says:

    COLAR DO MÉRITO… Deve ser alguma coisa para usar na cadeia…

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: