Quem concedeu a “cláusula de preferência” à Globo na transmissão do futebol, e por quanto?

Roberto_Marinho18_Filhos

Irmãos Metralha: José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto Marinho.

Paulo Nogueira, via DCM em 3/6/2015

Capitalismo exige concorrência. E, nos países desenvolvidos, você tem leis severas contra monopólios, exatamente porque sem competição o capitalismo se desfigura.

Mas a Globo parece ter outra opinião. E outra atitude. E, sem ninguém para fiscalizá-la no Brasil, passou – não à luz do sol, mas na sombra – a minar a concorrência, certa da impunidade.

A denúncia involuntária de Sílvio Santos num vídeo (assista à baixo) despretensioso sobre a razão pela qual desistiu do futebol mostra o que é a Globo e, infelizmente, o que é o Brasil. O vídeo registrou uma conversa de SS com os seus funcionários por ocasião dos 30 anos do SBT, em 2011.

Um sucesso na transmissão de uma partida, na década de 1990, animou Sílvio Santos a disputar o mercado de transmissões de futebol.

Ele conta no vídeo – sem se dar conta da gravidade da informação – que desistiu depois de receber a informação, ao tentar comprar os direitos, de que a Globo tinha uma “cláusula preferencial”.

Para Sílvio Santos, que jamais abandonou a alma do camelô que foi na juventude, desistir de alguma coisa, você pode imaginar o tamanho do muro com o qual topou.

Ele afirma que seu lance foi maior do que o da Globo, mas não adiantava. A Globo poderia cobrir. Ali SS se deu conta de que era “impossível” tirar o futebol da Globo.

Não havia, portanto, concorrência.

Em disputas justas e lisas, os contendores fazem suas ofertas sem saber o quanto os outros estão oferecendo. Mas, como descreveu Sílvio Santos, não era isso que ocorria na batalha pelo futebol. Alguém ia ganhar sempre, com base numa indefensável “cláusula preferencial”.

O futebol rende dinheiro fabuloso à Globo todos os anos, na casa do bilhão. E, como disse candidamente Sílvio Santos, a emissora tratou de tirar a concorrência da frente.

Veja a Premier League.

As emissoras Sky e a BT, em parceria, conquistaram o direito de transmitir por três anos a Premier League para o público doméstico pela fabulosa quantia de £3 bilhões, uns R$412 bilhões.

Isso representou um aumento de 70% sobre o contrato anterior. O preço foi puxado porque a ESPN, da Disney, lutou desesperadamente pela Premier League. Mas ficou sem nada.

A ESPN competiu e perdeu. É capitalismo. A Globo, como mostrou Sílvio Santos, não compete e ganha. Não é capitalismo. É o anticapitalismo por excelência.

Quem concedeu a “cláusula de preferência” à Globo e por quanto?

Questões como esta têm de ser respondidas, caso haja a mínima intenção de promover uma faxina no futebol brasileiro.

Leia também:
Pacto federativo? Que tal tevês voltarem a pagar ICMS?
A Receita Federal tem medo de falar na Globo?
Ricardo Teixeira é o homem-bomba que a Globo não quer ver denunciado
A “revelação” de Mariana Godoy sobre os apresentadores da Globo
Globo mente sobre o programa Ciência sem Fronteiras
Allianz Parque: O dia em que a Globo e a CBF censuraram um estádio
Lula encara os Marinho: “Olhem para o próprio rabo.”
O dia em que a Globo bateu continência para o ditador Videla
Enciclopédia norte-americana afirma que Globo é subsidiada pelo Tio Sam
Na versão 2015 de seus donos, Globo é quase uma vítima da ditadura
Uma pequena história da mídia brasileira, nos 50 anos da Globo
O torcedor não é bobo e derruba a audiência da Globo
Globo é escrachada no dia de seu aniversário
Vídeo: Vinheta de descomemoração dos 50 anos da Globo
Aniversário da Globo: 10 motivos para descomemorar
Vídeo: O documentário sobre o escândalo de sonegação da Globo
Terrorismo, mentiras e pedofilia na pedagogia das Organizações Globo
O caso de sonegação da Globo e o escândalo HSBC
50 anos da TV Globo, o principal legado da ditadura militar
O declínio do Jornal Nacional é irreversível
Repórter da Globo resolve ser sincera: “A ordem é ouvir só o Paulinho da Força.”
Imperdível: Vídeo sobre o jornalismo da Globo e o golpe militar
Globo se desculpa pelo passado. Mas e o presente?
Golpe de 1964: A Globo devolverá o dinheiro que ganhou com ele?
O controle remoto pela qual a Globo comanda o Brasil
MP/SP é contra doação ao Instituto Lula, mas a favor de doação à Globo?
TV Globo: Desfiles e Fantástico têm as piores audiências da história, dentre outros programas
O Brasil é o paraíso dos milionários
Como a Globo manipula a Justiça brasileira por meio do Instituto Innovare
Jornal Nacional: William Bonner é corrigido ao vivo
Como o dinheiro público vem patrocinando a Globo há décadas
Globo orienta jornalistas a evitar “pautas positivas” sobre a Copa
Rede Globo tem contratos sigilosos com Marcos Valério
Andrea Hass, esposa de Pizzolato, pede o Darf para repórter da Globo
PF confirma abertura de inquérito contra sonegação da Globo
Uma aula de Venezuela e uma dura na Globo, em plena Globo
Metodologia da Rede Globo e sua “imparcialidade”
Globo: Eles foram contra o 13º salário
Globo abre o jogo: É contra o pobre
Os bilionários da Globo
Credores norte-americanos pedem falência de empresa da Rede Globo nos EUA
Allianz Parque: O dia em que a Globo e a CBF censuraram um estádio
O caso de sonegação da Globo e o escândalo HSBC
PF confirma abertura de inquérito contra sonegação da Globo
Rede Globo sonega milhões de reais em impostos
A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark
Estarrecedor: Por sonegação, Receita Federal notificou a Globo 776 vezes em dois anos
Rede Globo tem os bens bloqueados pela Justiça
Ex-funcionária da Receita que sumiu com processos contra TV Globo é condenada à prisão
Leandro Fortes: O povo não é bobo
João, Irineu e José, os filhos de Roberto Marinho: Os bilionários donos do BV
Rede Globo: Quem planta terrorismo, colhe caos
Por que a Globo faz o que faz
Como a Globo manipula gente simples para defender sua visão predadora de impostos
Forbes: A famiglia Marinho tem fortuna de R$52 bilhões
Leandro Fortes: A TV Globo e a ópera bufa no Panamá
Apoio da Globo ao golpe de 1964 foi comercial, não ideológico
Ministério Público no DF abre apuração sobre o caso de sonegação envolvendo a Rede Globo
Rede Globo: Só falta o cadáver
Funcionária da Receita foi condenada por sumir com processo contra a Globo
Rede Globo é alvo de uma CPI na Câmara
Sonegação fiscal da Globo fica em segundo plano, agora o caso é de polícia
Processos contra a Globo podem reaparecer no Congresso
Dublê da Globo é o herói da Veja
Professor demonstra manipulação de “O Globo” sobre a Venezuela
Dia Nacional de Lutas: Trabalhadores ocupam as ruas com atos em todo o País
“Grande mídia” tenta abafar protestos contra a Globo
Baba-ovo: TV Globo fará série sobre a mãe de Joaquim Barbosa
Ligações suspeitas entre Globo e Banco Rural, mas ninguém investiga
A ingratidão da Globo
Na lista da máfia do ISS, Globo nega e diz que paga todos os impostos
Por que a Globo é contra os venezuelanos
MPF denuncia coronel Ustra por ocultação de cadáver na ditadura militar
Ditadura militar: O algoz e o crematório
“Coronel Ustra comandava a tortura”, diz ex-sargento
Marco Aurélio Mello: Ministro que defende o golpe de 1964 pode ter lisura para julgar a AP470?
Mauro Santayana: O golpe da informação
O golpe de 1964 em filmes, livros e artigos
O golpe de 1964: Ranieri Mazzilli, o político Modess
O PIG apoiou a ditadura militar: As manchetes do golpe de 1964
Documentos da ditadura estarão disponíveis na internet
31 de março é um dia para lamentar
Dirigentes do PSOL acham que a Globo desempenha papel de vanguarda
Cadu Amaral: A Globo, o complexo de vira-lata e a Copa do Mundo no Brasil
STF paga viagem de jornalista de “O Globo”
Ação Penal 470: Globo dá sinais de que, se farsa reunir, Barbosa é quem vai pagar a conta
A Globo e Joaquim Barbosa são um caso indefensável de conflito de interesses
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 1ª parte: “Injusto é pagar imposto no Brasil.”
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 2ª parte: Como o processo sumiu da Receita e sobreviveu no submundo do crime
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 3ª parte: A história da funcionária da Receita que sumiu com o processo
Vídeo: O documentário sobre o escândalo de sonegação da Globo
Vazou tudo: Sonegação da Rede Globo está na web
A sonegação da Globo, o Ministério Público e a PEC 37
Como a Globo deu o golpe da barriga em FHC e enviou Miriam para Portugal

Uma resposta to “Quem concedeu a “cláusula de preferência” à Globo na transmissão do futebol, e por quanto?”

  1. Bene Nadal Says:

    Desde que o futebol caiu nas mãos da globo, virou um “balaio de gatos”! Não se vê mais futebol, apenas os mesmos sempre faturando bilhões, e transformando o futebol no lixo que está hoje! Agora se tem uma “cláusula preferencial”, o Brasil inteiro quer saber, qual essa “cláusula”, e quem levou a grana para escrevê-la???

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: