O engavetador tucano Gilmar Mendes acusa OAB de ser laranja do PT

Gilmar_Mendes101_OAB

Gilmar acusa OAB de ser laranja do PT; entidades reagem em nota.

Via Vermelho em 3/6/2015

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), presidida por Marcus Vinícius Furtado Coêlho, reagiu com firmeza e rapidez à entrevista concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, ao Brasil 247. Nela, Gilmar afirmou que a OAB foi “laranja do PT”, ao propor uma ação direta de inconstitucionalidade contra o financiamento empresarial de campanhas políticas.

“Essa afirmação descabida e desrespeitosa não está à altura da liturgia e educação que se aguarda de um dos membros do STF”, diz o texto da OAB.

Com a língua afiada, Gilmar Mendes concedeu uma entrevista ao Brasil 247, na quarta-feira, dia 3/6, para questionar a tese de que seria contra doações de pessoas físicas às campanhas políticas, porque isso favoreceria partidos de esquerda, que contam com uma militância mais organizada. “Não sou contra doações de pessoas físicas. Agora, do jeito que essa questão estava sendo colocada, numa ação que proíbe doações de empresas e permite apenas de pessoas físicas, iríamos criar um grande laranjal no país”, afirmou.

Acusações
Segundo Gilmar, milhares de pessoas iriam emprestar seus CPFs para que partidos usassem seus nomes como doadores. Questionado sobre o eventual absurdo da tese, de uma fraude em massa do processo eleitoral, ele foi enfático. “Suspeito, não. Tenho certeza de que isso aconteceria. Você acha que as cooperativas de trabalhadores não arrumariam milhares de doadores? Que a turma do Stédile [referindo-se ao líder do MST, João Pedro Stédile] não faria o mesmo?”

O ministro defende as doações de pessoas físicas, mas com limites rígidos e compatíveis com a renda dos doadores. “Não faz sentido que o ‘Zé das Couves’ possa doar o mesmo que o Antônio Ermírio de Moraes [ex-presidente do grupo Votorantim, já falecido]”, diz ele. Ele lembra, ainda, que a campanha presidencial do PT, em 2014, arrecadou R$380 milhões, dos quais apenas R$800 mil vieram de pessoas físicas. “Não temos essa tradição. Além disso, se já inventaram o mensalão e o petrolão, a próxima mágica seria essa. Como já têm o dinheiro, fruto da corrupção, só precisariam encontrar os doadores”, disse.

Gilmar disse que ação contra as doações empresariais, apresentada pela Ordem dos Advogados do Brasil, atende a interesses do Partido dos Trabalhadores. “A OAB, na prática, foi laranja do PT”, disse o ministro.

Confira, abaixo, a íntegra:

“A OAB exige respeito do ministro Gilmar Mendes. Essa afirmação descabida e desrespeitosa não está à altura da liturgia e educação que se aguarda de um dos membros do STF (Supremo Tribunal Federal).
Com a declaração o ministro atinge não somente a OAB, mas também os seis ministros do Supremo que votaram a favor da ação que discute o financiamento de empresas nas eleições.
Seriam os seis ministros laranjas?
A ação da Ordem dos Advogados do Brasil foi proposta em 2011, há 4 anos, subscrita pelo então presidente Ophir Cavalcante, que sempre manteve equidistância dos partidos políticos, postura de todos os presidentes da OAB”.
Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB Nacional.

Respeito
Além da nota do presidente da entidade, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, que cobrou “respeito” de Gilmar, o Colégio de Presidentes das Seccionais da OAB também se manifestou por meio de nota. Leia abaixo:

O Colégio de Presidentes de Seccionais vem reiterar a resposta já apresentada pela OAB Nacional em relação à ofensa perpetrada pelo ministro Gilmar Mendes contra nossa instituição.
A OAB possui 85 anos de credibilidade e sempre respeitou todos os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).
Entendemos que, numa sociedade democrática, deve se haver o direto de discordar. O pluralismo é um princípio constitucional.
Contudo, a educação e o alto nível do debate de ideias se impõe. Lamentamos que, em processos naturais de uma democracia, busque-se a desqualificação de instituições como estratégia para se vencer um debate de argumentos.
O que a sociedade aguarda do ministro Gilmar Mendes é seu o voto no julgamento que discute o financiamento de empresas nas eleições.
É dever do ministro manifestar-se nos autos, não através de comentários caluniosos na imprensa.
Como costuma pronunciar o presidente nacional de nossa entidade, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, o único partido da OAB é a Constituição da República e nossa ideologia é o Estado Democrático de Direito.
Colégio de Presidentes das Seccionais da OAB

Para o deputado Wadih Damous (PT/RJ), ex-presidente da OAB/RJ, Gilmar “extrapolou todos os limites” e age com desrespeito contra a sociedade, que reconhece o papel da entidade na luta pela democracia e pelos direitos da população, e também por até o momento não ter concedido seu voto e permitido a conclusão do julgamento da Adin.

O parlamentar disse ainda que “o ministro desrespeita a Lei Orgânica da Magistratura (Loman) constantemente ao se pronunciar sobre processos que julga”. “Se fosse em outro país, já teria sofrido processo de impeachment”, afirmou. “O ministro Mendes desrespeita toda a sociedade brasileira, ele é useiro e vezeiro em pronunciar-se sobre processos que estão sob sua análise e tem um destempero verbal inaceitável para o cargo que ocupa”, completou.

A deputada Margarida Salomão (PT/MG) chamou as declarações de Gilmar Mendes de “pura grosseria, ultrajantes e um acinte à história”, uma vez que, segundo ela, o ministro ignorou o papel histórico da OAB na construção da democracia no Brasil. “Ataques grosseiros geram reações simétricas, então, perguntamos: o ministro Gilmar Mendes é laranja de quem?”, perguntou a deputada.

Leia também:
Eduardo Cunha desengaveta projeto que legaliza o jogo do bicho
A reforma política de Eduardo Cunha
A dobradinha Gilmar Mendes-Eduardo Cunha
Paulo Moreira Leite: A síndrome de Pelé
Fifa: Saiba por que o silêncio de Ronaldo e Pelé está ligado a J.Hawilla e aos EUA
Financiamento privado: Um caso claro de violação da Constituição
“Assisti, mas deletei”, diz deputado que viu vídeo pornô no plenário da Câmara
Shopping do Eduardo Cunha: Saiba o nome dos deputados que foram comprados para aprovar financiamento empresarial
Golpe: Eduardo Cunha consegue a aprovação do financiamento privado
Financiamento de campanha e distritão: Numa só noite, Eduardo Cunha teve duas derrotas
A trama de Eduardo Cunha para privatizar o SUS
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha, o falsificador
A ficha de Eduardo Cunha, o homem que falta para “moralizar a política”
Cavalo não desce escada: PMDB não sai do governo
A rica biografia de Eduardo Cunha, o herói da oposição
Eduardo Cunha, o sabotador da República
Na lata do lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
Entenda como funciona a oposição “extraoficial” de Eduardo Cunha
Presidência da Câmara: As diferenças entre Arlindo Chinaglia e Eduardo Cunha
Chinaglia avança após novo indício de cumplicidade entre Eduardo Cunha e doleiro
Cinismo não tem limite: Eduardo Cunha e Antônio Anastasia se queixam de vazamentos sem provas
Jornal Nacional atua como assessor de imprensa de Eduardo Cunha
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha vendeu aos empresários o compromisso de aprovar a terceirização
Terceirização: Como ficará seu emprego se Eduardo Cunha cumprir a promessa que fez aos empresários
STF autoriza buscas em gabinete de Eduardo Cunha
Mesmo envolvido no escândalo da Petrobras, Cunha continuará o queridinho da mídia?
Depoimento de ex-diretor complica ainda mais a situação de Eduardo Cunha
Doleiro diz que Eduardo Cunha era “destinatário final” de propina
Eduardo Cunha e Renan Calheiros são a cara do Brasil
Eduardo Cunha, o senhor do caos
R$1 bilhão: Eduardo Cunha consegue a aprovação de shopping para deputados
Quem se atreverá a dar um “rolezinho” no shopping de Eduardo Cunha?
A democracia, o financiamento empresarial e a corrupção
Financiamento público de campanha: #PanelaçoGilmarDevolva
Operação Lava-Jato confirma que financiamento privado nas eleições faz mal à democracia
Miguel Rossetto: “Financiamento empresarial corrói a transparência dos partidos.”
“O financiamento privado de campanha nada mais é que um empréstimo, pago depois com dinheiro público.”
Gilmar Mendes justifica por que engavetou ação do financiamento de campanha

5 Respostas to “O engavetador tucano Gilmar Mendes acusa OAB de ser laranja do PT”

  1. Marcos Pinto Basto Says:

    Senhor Gustavo Horta, o modo mais apropriado de tratar com Gilmar Mendes é: Seu canastrão vigarista, terminou teu reinado de corrupto e ladrão! A partir de agora vais ser confinado numa cela onde ficarás para o resto da vida!

  2. gustavo_horta Says:

    Ué, um juiz, ministro do STF deveria emitir “opiniões” ou apenas limitar-se a emitir resultado de seu julgamentos baseados em evidências e provas inequívocas.
    Sr. Gilmar Mendes, seu régio salário, pago pelo povo brasileiro tem o objetivo de remunerar seu trabalho como juiz e não como comentarista ou como um mero palpiteiro.
    O SENHOR NÃO É PAGO PARA DAR OPINIÕES OU PALPITES.

    >> https://lnkd.in/eb2S46N

  3. Graça Vieira Says:

    É inacreditável o que acontece nesse país, sem que nada aconteça. Sinto-me envergonhada da nossa justiça, se a OAB é laranja do PT, ele é o laranja do PSDB? Esse cara é corrupto demais, tucanalha mesmo.

  4. pintobasto Says:

    Traidor da Pátria que ocupa indevidamente uma cadeira no STF, Gilmar Mendes já provou sua falta de honestidade quando trabalhava para FHC, mas a sociedade sempre fora das decisões governamentais, tem suportado todos os desaforos e casos de corrupção em que participou. É um corrupto! FORA GILMAR MENDES!

  5. Bene Nadal Says:

    A OAB precisa tomar providências urgentes! Já que o Congresso virou um bando de “marionetes da oposição”, onde nada mais se consegue! Incrível como num país de 200 milhões de pessoas, e com todas as instituições “aparentemente” funcionando, UM, APENAS UM MINISTRO DO SUPREMO, CONSIGA JOGAR O PAÍS NA LAMA, “DOMINANDO O PRÓPRIO SUPREMO”, COMO FAZ ESSE MINISTRO… DEVERASMENTE LAMENTÁVEL!!!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: