Corrupção na Fifa: Quais são os negócios do réu confesso com a Globo

JHavilla06_Galvao

Réu confesso em escândalo da Fifa, J.Hawilla é parceiro antigo da Globo e comprou filiada da tevê em São Paulo.

Dono da Traffic, J.Hawilla comprou a TV TEM, uma cadeia de afiliadas da emissora no interior.

Via Portal R7, lido no Viomundo em 29/5/201

O empresário brasileiro José Hawilla, conhecido como J.Hawilla, réu confesso no escândalo de corrupção envolvendo a Fifa e diversas empresas de marketing esportivo, é um parceiro de longa data da Rede Globo de Televisão.

Sócio de Ronaldo Fenômeno no projeto do Fort Lauderdale Strikers, time da 2ª divisão da Major League Soccer (Liga de Futebol Profissional dos Estados Unidos), o jornalista de 71 anos comprou uma cadeia de afiliadas da emissora no interior de São Paulo, conhecida como TV TEM, e possui outras ligações com a empresa carioca, como a produtora TV 7, responsável pela realização de programas como Auto Esporte e Pequenas Empresas, Grandes Negócios.

Responsável por dirigir a área de esportes da Globo em São Paulo no fim dos anos 70, Hawilla comprou a filiada da emissora, que hoje é a maior em extensão, cobrindo metade do Estado de São Paulo, em 2003, repassando, conforme declarado, 10% do negócio para a emissora, ao menos nos primeiros anos. Mais de uma década depois, a TV TEM alcança 318 municípios e 7,8 milhões de habitantes, segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo. Como braço direito da rede filiada, o empresário aproveitou para montar a Rede Bom Dia, conglomerado de jornais em cidades da área coberta pela TV TEM.

Figura-chave do esquema na Fifa, Hawilla, que também comprou o jornal Diário de S.Paulo em 2009, no período em que estava na Globo, assumiu a organização e a comercialização dos direitos de tevê e patrocínios da Copa América no ano de 1987. Já sua ligação comercial com a CBF veio quando Ricardo Teixeira assumiu a presidência da entidade máxima do futebol brasileiro.

A partir de 1990, quando já tinha se tornado um dos principais nomes dos bastidores esportivos do futebol brasileiro, Hawilla enfim conseguiu, por meio da Traffic, negociar diretamente com a Fifa, principal investigada pelo FBI no escândalo de corrupção.

Hawilla, que ainda gerencia a rede TV TEM e que em 2000 chegou ao ápice de sua parceria com a Fifa ao transmitir com exclusividade o Mundial de Clubes no Brasil, por meio da TV Bandeirantes, já se dispôs a devolver US$151 milhões (R$450 milhões) adquiridos de forma ilícita nas negociações envolvendo direitos de transmissões de campeonatos como Copa América e Copa do Brasil e agora aguarda as cenas dos próximos capítulos para saber se sua delação premiada é suficiente para se manter longe da cadeia.

Lembrando que, além da TV TEM, Hawilla também criou, via Traffic, um centro de treinamentos para formação de atletas na cidade de Porto Feliz, no interior de São Paulo, e um time de futebol para registrar esses novos talentos, o Desportivo Brasil.

***

Jose_Maria_Marin15_Diretor_Globo

Quem vem lá? Os irmãos Marinho?

POR QUEM CHORA MARCELO CAMPOS PINTO, O HOMEM FORTE DO FUTEBOL DA TV GLOBO
Diretor da Globo surpreende, faz discurso em festa do Paulista e chora ao falar de cartola.

Camila Mattoso, da ESPN Brasil, lido no Viomundo em 29/5/2015

Uma das principais cenas da festa de encerramento do Paulista foi o discurso de Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esporte. Convidado para subir ao palco para entregar um dos prêmios da noite, o executivo aproveitou o momento para passar uma mensagem. Falou do atual momento do futebol, fez agradecimentos e se emocionou com o microfone na mão.

Marcelo lembrou de cada um dos últimos presidentes da CBF, fazendo elogios a todos eles, desde Ricardo Teixeira a Marco Polo Del Nero, que assumiu em abril. Disse que José Maria Marin inscreveu o nome na história do futebol brasileiro e que um dos seus grandes acertos foi a mudança de formato da Copa do Brasil.

“2015 vai entrar na história do futebol brasileiro como um grande ano. O ano em que há poucas semanas o presidente José Maria Marin passou o bastão para o presidente Marco Polo. Presidente Marin, em nome do grupo Globo, em meu nome, eu gostaria de agradecer todo o carinho, toda a atenção com a qual o senhor sempre nos brindou, sempre aberto a discutir os temas que interessam ao futebol brasileiro, dos quais me permito destacar, o novo formato da Copa do Brasil, que deu mais charme a essa competição promovida pela CBF, que é a verdadeira competição do futebol brasileiro”, disse o diretor.

As lágrimas nos olhos e a voz embargada vieram quando Campos Pinto desejava sorte a Reinaldo Carneiro Bastos, novo presidente da Federação Paulista de Futebol. Os convidados se surpreenderam com a reação do executivo.

“Querido Reinaldo [pausa]. Fico até um pouco emocionado em lhe homenagear como um pai de família, como um amigo carinhoso, como uma pessoa que veio construindo seu nome no futebol e que sabe realmente o alfabeto do futebol que é tão complexo”, discursou.

“O parabenizo [a Reinaldo], e também ao Marco Polo, pelo Campeonato Paulista de 2015, recorde de público e de renda quebrados, jogos eletrizantes, semifinais inacreditáveis, com estádios lotados, duas finais de tirar a emoção de todos nós, com públicos presentes e audiências jamais vistas. Parabéns a todos vocês”, seguiu.

Leia o discurso completo de Marcelo Campos Pinto.

“Mais importante do que comprar uns campeonatos é conviver com o mundo do futebol. É um prazer imenso”, começou a falar, logo depois iniciando uma série de cumprimentos.

[…] Excelentíssimo senhor Juan Ángel Napout, ilustre presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol. Excelentíssimo senhor Marco Polo Del Nero, presidente da Confederação Brasileira de Futebol, com quem tenho o privilégio de conviver assiduamente há mais de 11 anos. Ilustríssimo presidente, ex-presidente, da Confederação Brasileira de Futebol, mas como muito bem acentuou Marco Polo, o eterno presidente José Maria Mari. Excelentíssimo, queridíssimo amigo de mais de duas décadas, Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol.

2015 vai entrar na história do futebol brasileiro como um grande ano. O ano em que há poucas semanas o presidente José Maria Marin passou o bastão para o presidente Marco Polo. Presidente Marin, em nome do grupo Globo, em meu nome, eu gostaria de agradecer todo o carinho, toda a atenção com a qual o senhor sempre nos brindou, sempre aberto a discutir os temas que interessam ao futebol brasileiro, dos quais me permito destacar, o novo formato da Copa do Brasil, que deu mais charme a essa competição promovida pela CBF, que é a verdadeira competição do futebol brasileiro.

O apoio às Séries C e D no Campeonato Brasileiro, que em outros tempos tinham de abrir mão de participar porque não tinham como pagar as passagens e hospedagens. A sua visão de homem do futebol fez com que a CBF passasse a patrocinar essas competições e melhorasse o nosso futebol.

A Granja Comary, toda reformada, para a formação de nossos futuros craques. E por que não dizer da sede da CBF, a José Maria Marin? Presidente, o senhor inscreveu o seu nome na história do futebol, tendo sucedido um grande presidente, que foi Ricardo Teixeira.

Presidente Marco Polo, quero lhe dizer que repito as palavras de atenção e carinho, de colaboração, a você. Espero continuar essa parceria de sucesso que foi feita na Federação também na CBF. Desejo sucesso a você, não é uma dúvida, é uma garantia, dado o seu passado, de um homem que conhece profundamente o futebol.

Querido Reinaldo, fico até um pouco emocionado em lhe homenagear como um pai de família, como um amigo carinhoso, como uma pessoa que veio construindo seu nome no futebol e que sabe realmente o alfabeto do futebol que é tão complexo. O parabenizo, e também ao Marco Polo, pelo Campeonato Paulista de 2015, recorde de público e de renda quebrados, jogos eletrizantes, semifinais inacreditáveis, com estádios lotados, duas finais de tirar a emoção de todos nós, com públicos presentes e audiências jamais vistas.

Parabéns a todos vocês. Parabéns ao presidente Modesto Roma, do glorioso Santos. Parabéns ao presidente Paulo Nobre, do não menos glorioso Palmeiras. E um detalhe importante para encerrar e não tomar o tempo de vocês. Dois clubes que lutaram com dificuldades financeiras extremas, mas graças a dedicação e competência de seus dirigentes, que mostraram que administrações austeras também podem ser campeãs. Parabéns.”

Leia também: Marin*
Como o homem que tentou eleger Marina Silva virou escudo de Del Nero na CBF
Especialista de Harvard alerta sobre interesses dos EUA em crise na Fifa
Leão vai pra cima dos sonegadores do futebol
Fifa: Globo esconde que J.Hawilla é sócio de filho de João Roberto Marinho
Golpe imperialista: EUA pedem cancelamento da Copa na Rússia e o afastamento de Blatter
Será que tem alguém que ainda quer alguma coisa padrão Fifa?
Prender Dirceu e Genoíno é fácil. Difícil, no Brasil, é prender Marin
O escândalo da Fifa “é só o começo”, diz polícia norte-americana
Recordar é viver: Marin e Aécio Neves, uma tabelinha impagável
Vídeo: A prisão de José Maria Marin e a compra de resultados no futebol
Recordar é viver: Dilma quer Marin fora da CBF
O jornalista que expôs a corrupção da CBF
Jornalista que investigou Ricardo Teixeira é condenado sem conhecer acusação
É intolerável ver Marin na abertura da Copa 2014, diz filho de Herzog
Futebol e ditadura: Filho de Vladimir Herzog cria petição online para tirar Marin da CBF
Após denúncias, Marin, presidente da CBF, garante R$100 mil por mês a Teixeira
Comissão da Verdade pode citar José Maria Marin pela morte de Herzog
José Maria Marin foi o responsável pela prisão de Herzog
CBF: Alguém explique pra Globo a diferença entre comissão e propina
CBF: A Globo está envolvida no suborno de Havelange e Ricardo Teixeira
Tremei TV Globo: João Havelange e Ricardo Teixeira recebiam propina
Depois das denúncias vindas da Suíça, a Globo vai blindar Havelange e Teixeira?
Globo não revela seus codinomes no relatório da propina a Ricardo Teixeira
Allianz Parque: O dia em que a Globo e a CBF censuraram um estádio
O caso de sonegação da Globo e o escândalo HSBC
PF confirma abertura de inquérito contra sonegação da Globo
Rede Globo sonega milhões de reais em impostos
A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark
Estarrecedor: Por sonegação, Receita Federal notificou a Globo 776 vezes em dois anos
Rede Globo tem os bens bloqueados pela Justiça
Ex-funcionária da Receita que sumiu com processos contra TV Globo é condenada à prisão
Leandro Fortes: O povo não é bobo
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 1ª parte: “Injusto é pagar imposto no Brasil.”
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 2ª parte: Como o processo sumiu da Receita e sobreviveu no submundo do crime
Série do DCM sobre a sonegação da Globo, 3ª parte: A história da funcionária da Receita que sumiu com o processo
Vídeo: O documentário sobre o escândalo de sonegação da Globo
Vazou tudo: Sonegação da Rede Globo está na web
A sonegação da Globo, o Ministério Público e a PEC 37
Saiba como funcionava a empresa de fachada das Organizações Globo nas Ilhas Virgens

Uma resposta to “Corrupção na Fifa: Quais são os negócios do réu confesso com a Globo”

  1. pintobasto Says:

    Comentar um tremendo pacote de negócios escuros que cheiram mal e aparentemente não afetam os cidadãos, é tarefa impossível em curto espaço. A Receita Federal, o Ministério dos Esportes e a Polícia Federal já deveriam estar averiguando o caso há muitos anos! Não o fizeram porquê?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: