O perigoso deslumbramento de Sérgio Moro

Sergio_Moro21_Flores

Tratamento de celebridade vicia.

Paulo Nogueira, via DCM em 23/5/2015

Moro tem um problema. Ele virou prisioneiro, como tantas outras pessoas que ele mandou para a cadeia na Lava-Jato.

A única diferença é que ele é prisioneiro de si mesmo.

É o que podemos chamar de MJB, Maldição de Joaquim Barbosa.

JB construiu uma reputação de Batman e logo se tornou ídolo do que há de mais obscuro, reacionário e primitivo na sociedade brasileira.

Desde o começo, os progressistas viram com desconfiança, e depois com franca antipatia, a transformação de JB num justiceiro.

Hoje, merecidamente, ele é abominado e desprezado por todas as correntes de esquerda. Não é um sentimento limitado aos petistas, ao contrário do que JB gostaria.

Moro é o novo JB.

Quem realmente está com ele? Basta ver a triunfal recepção que integrantes do ultradireitista MBL lhe ofereceu numa recente passagem por São Paulo.

Flores, gritos histéricos, pedidos de selfies, nada faltou.

Pausa para registrar o objetivo da visita a São Paulo. Era para prestigiar o lançamento de um livro do qual ele escreveu, com a mulher, o prefácio.

É um livro sobre o médico tarado que se aproveitou de tantas mulheres que buscavam engravidar. O autor é, ele mesmo, um representante do atraso do atraso mental, Claudio Tognolli, pena de aluguel de Lobão, Tuma Jr. e outros dinossauros.

Não poderia haver causa menos nobre para pisar em solo paulistano. Mas está claro que ele se viciou na adulação, no espaço interesseiro que a mídia lhe dá, exatamente como JB.

Agora repare nos efeitos da MJB.

O que acontecerá com Moro caso ele passe a agir racionalmente, sem promover o tipo de justiça partidária antipetista que tem sido sua marca?

A festa vai acabar.

Aconteceu com Aécio. Bastou a ele dizer que impeachment não é coisa para tratar agora para a ultradireita pular em seu pescoço.

O MBL postou uma mensagem agressiva no Facebook quase no tom com que se refere ao PT.

Até o Batman do Leblon se sentiu animado a deixar sua Gotham City imaginária para gravar um vídeo em que Aécio é reduzido a nada.

E Aécio não fez mais que engavetar o impeachment.

Moro, caso aja como juiz de verdade, vai enfrentar a mesma situação. Será imolado em praça pública pelos mesmos que hoje querem erguer estátuas para ele.

Sua vaidade extrema – que outra coisa poderia fazê-lo aceitar um prêmio da Globo num evidente deslize ético para um magistrado? – fará tudo para manter o tratamento de celebridade recebido por alguns e intensamente repercutido pela imprensa.

Era um personagem desconhecido, de alcance local, e agora ele está se empanturrando com a glória nacional.

Não é fácil lidar com isso, e muito menos renunciar aos holofotes, que fatalmente se transformarão em pedras caso Moro saia da linha, a exemplo do que ocorreu com Aécio, o “Arregão”.

É a maldição de Joaquim Barbosa.

6 Respostas to “O perigoso deslumbramento de Sérgio Moro”

  1. Marcos Pinto Basto Says:

    Onde está harmonia dos 3 poderes? D.Dilma já deveria ter exposto este problema ao presidente do STF e CNJ.

  2. José Jésus Gomes de Araújo Says:

    Sugiro uma expressão que julgo melhor: síndrome de Joaquim Barbosa – SJB
    Quanto aos prejuízos, eles são do Brasil. Todos sabem o que ocorre com grandes obras paralisadas, não somente quanto à degeneração do já feito como quanto ao aumento de preços e à exigência dos tais aditivos aos contratos. As grandes obras do governo petista estavam previstas para serem inauguradas na metade do segundo mandato de Dilma (isto também não faz pensar?). Nos EUA, a solução seria outra, para não prejudicar o país. 98% de tais problemas são resolvidos por indenizações e multas, recuperando o Tesouro, e em tempo menor, para não envenenar o ambiente social (a Lava a Jato já está na 14a. fase!); lá não se cogita de saber onde está o dinheiro, a pesada multa leva os condenados a buscá-lo onde está; houve casos de se deixar de processar empresas ou pessoas à vista do alto custo social. Um pouco de pragmatismo faz bem. Aqui, destrua-se o país, contanto que minha política triunfe. Lamentável.

  3. pintobasto Says:

    Quero ver como é que o Sérgio Moro vai fazer quando as grandes empreiteiras começarem a apresentar os prejuízos que estão sofrendo com as paralisações que são obrigadas a fazer quando o Moro resolve prender acionista majoritário ou diretor das empresas. Ninguém é burro nesta trama! A Petrbras já conta com enormes prejuízos nos seus cronogramas de trabalhos por conta das paralisações destas empresas. O BNDES que financia grandes empreitadas destas empresas, já sofre atrasos no pagamento de empréstimos.
    Esse Moro tem que ficar esperto porque vai dançar feio.

  4. Bene Nadal Says:

    Juiz Moro! Você não está só! Agora você está com os “reaças” de ultra direita, em breve estará na “vala comum” dos “ex celebridades”! Logicamente junto com; Color, Arruda, J. Barbosa, Abdel Massim, Beto Richa, Francisquini, Fernandinho Beira Mar… E muiiiitos outros…

  5. gustavo_horta Says:

    Tem nada não, pois será tão descartável quanto outros tantos, como bem ilustra o caso do JB.
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade. Sempre.
    Gustavo Horta

  6. pintobasto Says:

    Moro, mais um burraldão enfeitiçado pela adulação!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: