Paraná: Cai o responsável pelo massacre de Richa

Beto_Richa15_Seguranca

Via Paraná 247 em 8/5/2015

O massacre da Polícia Militar contra professores do Paraná, que completa nove dias na sexta-feira, dia 8/5, acaba de provocar a terceira queda no governo de Beto Richa (PSDB). O Secretário de Segurança, Fernando Francischini, responsável pelo comando da ação, pediu demissão hoje em carta a Richa. O Palácio Iguaçu informou que o delegado da Polícia Federal Wagner Mesquita de Oliveira, que comandava o setor de inteligência da Secretaria, responderá interinamente pelo comando da pasta.

Por conta da ação da PM que deixou mais de 200 manifestantes feridos no Centro Cívico de Curitiba, também já caíram o secretário de Educação, Fernando Xavier Ferreira, e o Comandante da PM, coronel César Vinícius Kogut.

A situação de Francischini foi agravada depois que se tornou pública uma carta de Kogut ao governador. Ele respondia críticas do secretário ao cerco policial, assegurando que Francischini “foi alertado inúmeras vezes” sobre os possíveis desdobramentos da ação. Em entrevista ontem, ele reafirmou que o secretário “conhecia” a ação e “participou de tudo”. Para o coronel, “a responsabilidade pelos atos” deve ser de sua pasta (leia mais).

Críticas feitas ao grupo político de Richa por Flávia Francischini, mulher do secretário, pelo Facebook, jogaram ainda mais lenha na crise (leia mais). “Um bom político trabalha e age por si só, não depende de homens sujos, covardes, que não honram as calças que vestem e precisam agir sempre em grupo, ou melhor quadrilha”, escreveu.

Em meio a negociações com os professores, que estão em greve há duas semanas, o governo Richa tenta tirar o peso do desgaste à sua gestão provocado pela ação policial na semana passada, que acabou sendo criticada até por tucanos. O governador passou a ser pressionado pelo PSDB local para demitir Francischini.

Determinado a aprovar sua proposta que altera a previdência do funcionalismo estadual, Richa ordenou que policiais impedissem os servidores de entrar na Assembleia Legislativa para protestar, o que deu início à verdadeira batalha campal.

Leia também:
Massacre: Polícia do tucano Beto Richa deixa centenas de servidores públicos feridos no PR
Após mais de 200 feridos, Assembleia do PR aprova confisco de dinheiro dos servidores
O relato de um jornalista de Curitiba sobre a pancadaria policial de 29 de abril
“Beto Richa não tem mais condições de governar o Paraná.”
Desenhando: Protestos contra o PT × protestos contra o PSDB
O assaltante de banco Aloysio Nunes justifica massacre de Curitiba: PM cumpriu seu papel
Com saldo de mais de 200 servidores feridos, governo do Paraná culpa manifestantes
Paraná: “Ajuste fiscal” na porrada e na bala
A história dos PMs que se recusaram a bater nos professores era boa demais para ser verdade
Em vídeo, governo do Paraná comemora o massacre contra professores
Hei de vencer, mesmo sendo professor
Guilherme Boulos: A legitimidade da greve dos professores
Luciano Martins Costa: O “confronto” de Curitiba
O infame Beto Richa, o governador do Paraná
Paraná: Genealogia de um massacre
Após uma semana do massacre, Alep condecora Richa com título de “Governador dos Trabalhadores”
Após repercussão negativa, Alep cancela título de “Governador dos Trabalhadores” a Richa

2 Respostas to “Paraná: Cai o responsável pelo massacre de Richa”

  1. bene nadal Says:

    O PSDB tem se mostrado, em todos os Estados em que foi eleito para governar, péssimos governadores, achatando salário já ínfimos dos professores, criando um tal de PSS, que nada mais é do que tirar os direitos dos professores, em alguns casos relegando a educação a terceiro plano, e em outros como; Goías e Paraná, jogando a tropa de choque contra os professores, isso prova que o PSDB é um partido totalmente contra a educação… Mas no Paraná a situação é muito mais grave, pois o governo tucano do Paraná, além de mandar mais de 200 pessoas para o hospital, dada a truculência de seus soldados, para tirar o “dele” da reta provocou um jogo de empurra entre o secretário de segurança do Estado e o Comandante das tropas… Isso não passa de atos de covardia, incompetência, e má gestão… Lamentável que a educação nos Estados, que já estava precária, com o PSDB, virou descaso total! E é esse partido(PSDB), que luta com “unhas e dentes” para assumir o governo federal… Se isso acontecer, em dois ou três anos o Brasil retrocede pelo menos 300 anos no passado!!!

  2. José Jésus Gomesde Araújo Says:

    Responsável e o governador, a Secretaria ou a PM, que são subalternos, não agiriam sem ordem dele Cairá?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: