Livros para entender a história da corrupção no Brasil

Livros03_Corrupcao_Tucana

A corrupção no Brasil não nasceu de geração espontânea e sempre foi varrida para debaixo do tapete, é uma velha senhora que por aqui permaneceu.

Léa Maria Aarão Reis, via Carta Maior em 12/4/2015

Não se sabe se a presidente Dilma Rousseff pensou em Bertolt Brecht quando se referiu à corrupção, no Brasil, como “uma velha senhora”. É certo que quis dizer que a corrupção, no Brasil, não nasceu de geração espontânea. Foi varrida para debaixo do tapete sempre, e escamoteada com mais afinco dos tempos da ditadura para cá. As raízes são históricas e sua origem, colonial. Mas nem todos os cidadãos sabem disto. Ou fingem não saber. Os leitores exclusivos dos jornais e das revistas da velha mídia, por exemplo. Os viciados nas venenosas emissões diárias e manipuladoras (há 50 anos!) da tevê brasileira; os cidadãos corrompidos – sim; corrompidos – pelo noticiário torcido, distorcido e retorcido, pelas informações dos jornalistas cães de guarda, dos cínicos comentaristas, e pela sutileza ideológica encravada em argumentos e em personagens das decadentes novelas. E os indivíduos de má fé. Os ignorantes. Os que têm interesse, não apenas político, mas pessoal também, de fazer crer que a velha senhora aterrissou aqui há apenas doze anos. Os de direita. Os coxinhas do domingo, dia 15 de março passado.

Considerando então as dificuldades da informação correta e plena chegar ao cidadão, e com o auxílio de internautas atentos e de ótima memória, compilaram-se alguns dos livros que podem jogar luz – não é uma das obrigações do jornalista, a de jogar luz onde há sombras? – na devastação que a velha senhora vem fazendo aqui de várias décadas para cá. Os títulos:

  • O Brasil privatizado: Um balanço do desmonte do Estado, do saudoso jornalista Aloysio Biondi. Editora Fundação Perseu Abramo. Primeira edição: 1999
  • A privataria tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr, vencedor de três prêmios Esso, quatro vezes Premio Wladimir Herzog. Da Geração Editorial.
  • Governo Fernando Henrique Cardoso – Decadência e Corrupção, de Henrique Fontana. Editora Brasília.
  • Quem pagou a conta? – A CIA na guerra fria das culturas, da jornalista Frances Stonor Saunders, editora de Artes da revista britânica New Stateman.
  • O Brasil do possível, da jornalista francesa Brigitte Hersaut Leoni. Editora Nova Fronteira, 1997.
  • A história secreta da Rede Globo, de Daniel Heiz. Editora Tchê e, posteriormente, Editora Dom Quixote. O livro está disponibilizado na internet.
  • E também o documentário Muito além do cidadão Kane que andou censurado no Brasil durante vários anos.

Com este cardápio de leituras edificantes e esclarecedoras vê-se que a velha senhora indigna veio nos visitar várias décadas atrás e aqui permaneceu, agindo em silêncio sob olhares complacentes. Só agora está se tentando colocá-la para fora da casa. Exatamente o contrário do que aqueles lá de cima, do começo do texto, apregoam.

Tanto no Quem pagou a conta? quanto no O Brasil do possível, as autoras se referem à tese defendida por FHC, na época, de que “países em desenvolvimento ou mais atrasados poderiam se desenvolver mantendo-se dependentes de outros países mais ricos”. Neles, também é registrada a contribuição da Fundação Ford, um dos braços da CIA, recebida pelo ex-presidente para fundar o Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento).

A história secreta da Rede Globo se encontra farta documentação sobre o acordo entre a TV Globo e o grupo Time-Life e depoimentos em que se explicita, como objetivo, o “controle da opinião pública” brasileira através dos seus órgãos de divulgação. “Mais barato do que construir bases militares ou financiar tropas de ocupação.”

Uma resposta to “Livros para entender a história da corrupção no Brasil”

  1. Dayse Silva Says:

    Esta “velha senhora” é velha conhecida minha. Afinal não nasci ontem. Desembarquei neste Planeta, no Brasil, no natal de 1950, fechando aquela década.
    E, de lá para cá, quantas coisas vi, li, vivi….

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: