Paulo Moreira Leite: Panelaço virou panelinha

Panelaco01

Protestos foram reais mas durante uma hora e meia Dilma liderou – com folga – apoio no Twitter.

Paulo Moreira Leite

A campanha publicitária contra Dilma tenta, diariamente, dar a impressão de que o governo acabou e que os eleitores de outubro fugiram. Quem viu a cobertura do discurso da presidente, na noite de domingo, dia 8/3, pode até achar que a única reação dos brasileiros foi abrir a janela para fazer uma batucada numa frigideira e depois assumir o volante do carro para buzinar pela vizinhança. Nada mais falso.

Em sua coluna de hoje, a consultoria Bites, que tem uma boa carteira de empresas brasileiras entre seus clientes, mostra uma situação bem diferente nas redes sociais, que funcionaram como o principal instrumento das mobilizações na noite de domingo, dia 8/3.

Conforme o levantamento, até as 22h23, a expressão panelaço, usada de várias formas por internautas adversários do governo, totalizou 24.330 twitters. Já o hashtag #dilmadamulher, de aliados de Dilma, que fez um pronunciamento no Dia Internacional da Mulher, bateu num número 50% maior: 34.245.

Os dados são importantes porque se referem, justamente, ao momento do pronunciamento de Dilma e aos 80 minutos posteriores. É nessa ocasião que ocorrem os debates mais vivos dentro de casa, entre amigos, e emergem as impressões mais espontâneas.

A partir de estimativas padronizadas para medir audiência na internet, pode-se calcular o seguinte: a turma do panelaço atingiu um público potencial de 156 milhões de pessoas. Já #dilmadamulher bateu em 203 milhões – uma diferença considerável.

Houve sim um protesto contra a presidente, concentrado em bairros de alta classe média, que sempre votaram contra o PT. Mas é bom não exagerar, num esforço artificial para ampliar o coro dos descontentes.

Estes dados vão além de um simples palmômetro. Mostram uma situação de equilíbrio político, coerente com uma eleição presidencial encerrada por uma diferença de pouco mais de 3% dos votos. Dilma foi à TV e como é natural, mobilizou aliados a favor e adversários contra.

Ao longo da noite e da madrugada, o quadro mudou. Os twitters do panelaço cresceram e se igualaram ao total acumulado por Dilma, mudança que permite várias explicações.

A mais plausível é que a oposição e seus ativistas estão mais mobilizados para o combate na internet, o que se explica pela postura de Aécio Neves e demais líderes do PSDB. Ao recusar-se a reconhecer, de uma vez por todas, sem ambiguidades, a derrota nas urnas, evitando acatar a legitimidade absoluta da vitória de Dilma, eles estimulam tentações autoritárias e deixam uma porta entreaberta para iniciativas golpistas.

Ninguém irá negar a nenhum brasileiro o direito democrático de bater panela ou apertar a buzina do carro contra a presidente. É bom viver num país onde isso ocorre com naturalidade.

Mas também é essencial compreender que ninguém tem o direito de desrespeitar a vontade da maioria, definida em 26 de outubro. Se havia alguma dúvida, ela se dissipou após a lista de Rodrigo Janot, certo?

É muito feio confundir panelinha com panelaço, vamos combinar.

Leia também:
É preciso “coragem” para chamar uma mulher de “vaca” da janela do prédio
O panelaço da barriga cheia e do ódio da elite branca

4 Respostas to “Paulo Moreira Leite: Panelaço virou panelinha”

  1. Tomaz Elias Robinson Says:

    Luís Fernandes Bastos, primeiramente agradeço sua resposta, até porque você é o segundo que me responde mesmo tendo feito a pergunta para mais de 20 políticos e jornalistas, fora comentários em redes sociais, você foi o segundo porque o primeiro foi o ex-senador Suplicy.
    A solicitação de titulo de eleitor não é um documento comumente solicitado em cadastros., Lhe esclareço que devido a falta de respostas fique em duvida e fui consultar no site do ministério quais eram os documentos necessários para o cadastramento no bolsa família e lá não consta a obrigatoriedade de apresentação do Titulo.
    Você pode não concordar comigo, porém acho que este tipo de comunicação é uma forma velada de fazer com que pessoas de um nível de conhecimento menor se sintam ameaçadas de ter um procedimento livre. nas suas escolhas.

  2. luis fernandes bastos Says:

    Não sei se respondo a sua pergunta, até porque ela não é dirigida a mim, mas o título de eleitor é um documento pessoal e como tal deve ser apresentado em todo cadastro ou inscrição em órgãos públicos e o bolsa família é instituição publica, portanto se faz\ necessário. Não vejo,aí, mal nenhum.

  3. Tomaz Elias Robinson Says:

    A alguns dias lhe fiz algumas perguntas, e não foram respondidas, voltando ,vejo que sua analise tem alguns pontos que não concordo, será que grande parte da população não está é indignada com o fato de que antes das eleições as afirmativas da Presidente eram que tudo estava bem, que o Pronatec era uma maravilha que estava tudo certo, que não mexeria nada nos beneficios trabalhistas nem que a vaca tussa, depois de eleita diz que tem que fazer correções, o Pronatec esta com os pagamentos atrasados, varias situações dos trabalhadores foram alteradas, Ela nunca assume possiveis erros e sempre põe a culpa nos governos anteriores como se o governo dela tivesse começado a apenas a um ou dois anos e que ela não teve tempo para corrigir, se o proprio ministro dela declarou que a “brincadeira” custou caro.
    Continuo a esperar a resposta porque na Voz do Brasil no final .
    do ano de 2013 foi dito que para fazer o recadastramento do bolsa familia tinha que levar o titulo de eleitor. No aguardo Tomaz E. Robinson

  4. Dayse do Silva Says:

    Posso até estar enganada no que vou afirmar. Mas creio que não estou. Do alto das minhas 6 décadas de vida, não me lembro disto:um ex-candidato, que perdeu um pleito eletivo para a presidência da república, atuar na sociedade para a derrubada daquele que foi presidente eleito, democraticamente.
    Isto se configura num novo tipo de golpe contra a democracia. Felizmente o “engodo” não funcionou.
    O lado bom disto, é que fica, patente, a maturidade política da maioria do eleitorado brasileiro, que ratificou o seu espírito democrático.
    Salve a nossa Pátria Brasileira!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: