Financial Times sobre o trensalão tucano: “Constrange o PSDB.”

Alckmin_Serra02

Reportagem do jornal britânico evidencia que a imprensa internacional tem dedicado mais espaço ao esquema de corrupção na Petrobras, mas “outro escândalo de longa data envolvendo o sistema ferroviário suburbano de São Paulo também está chegando a um ponto crítico”.

Via SpressoSP

O jornal britânico Financial Times publicou uma reportagem na segunda-feira, dia 29/12, em que afirma que a corrupção não pode ser aplicada somente ao Partido dos Trabalhadores. A matéria cita a suposta formação de cartel na compra de trens envolvendo governos do PSDB em São Paulo. De acordo com o veículo, a acusação “constrange o PSDB, que governa o estado de São Paulo há 20 anos”.

A reportagem também evidencia que, ao publicar reportagens referentes ao Brasil, a imprensa internacional tem dedicado espaço ao esquema de corrupção na Petrobras, o que atinge, principalmente, os partidos da base aliada do governo federal. “Mas, ainda que receba menos atenção, outro escândalo de longa data envolvendo o sistema ferroviário suburbano de São Paulo também está chegando a um ponto crítico”, diz o jornal.

Ainda segundo o Financial Times, “o escândalo ferroviário de São Paulo, que poderia se estender por 15 anos de governos do PSDB entre 1998 e 2013, mostra que a corrupção nos contratos públicos é um problema brasileiro, e não um desafio de apenas um único partido”.

2 Respostas to “Financial Times sobre o trensalão tucano: “Constrange o PSDB.””

  1. pintobasto Says:

    Só gente desligada da vida pública nacional não nota que tem sido nos governos do PT que a corrupção tem sido desmascarada! O PT e Lula cometeram erros em não ter começado a governar investigando a PRIVATARIA TUCANA! Agora estão sofrendo nas armadilhas em que se deixaram envolver!

  2. José Jésus Gomesde Araújo Says:

    Eles gostam de replicar na imprensa nacional os textos do Financial Times sobre os desmandos atribuídos ao governo. Divulgarão este? E a conclusão do artigo é real e mostra que politizar e partidarizar a corrupção, como faz a mídia brasileira, influenciando as cabeças dos cidadãos e procurando atirá-los contra o PT, é insensato, desonesto, má fé, e não contribui para combater a corrupção.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: