Em editorial, O Globo disse que porto cubano é bom negócio para o Brasil

Cuba_Porto_Mariel03

Via DCM

Trechos de um editorial de O Globo sobre o Porto de Mariel, um dos temas mais usados por Aécio em sua campanha:

A reconstrução do porto se tornou boa oportunidade de negócio para empresas brasileiras. […] Cuba não conta com variedade significante de matérias-primas e nem é um país industrializado. Mas tem uma posição geográfica privilegiada, que, no futuro será de grande importância. Mariel é o porto caribenho mais próximo da Flórida e se encontra a apenas 45 quilômetros de Havana, capital de Cuba, que concentra mais de 20% da população do país.

O investimento no porto é de quase US$1 bilhão e só faz sentido porque em torno dele surgirá uma zona econômica especial, voltada basicamente para exportações. O Brasil tem uma participação ainda pouco significativa nos mercados caribenho e da América Central.

Mariel é um caminho para que empresas brasileiras se instalem nessa zona econômica especial e processem produtos destinados a esses mercados, especialmente os de alta tecnologia, que utilizarão muitos insumos inexistentes em Cuba.

As obras no porto são basicamente financiadas pelo BNDES. Do orçamento inicial de US$957 milhões, US$802 milhões foram financiados pelo Brasil. No entanto, desse valor, o equivalente a US$800 milhões foram gastos na contratação de serviços e de equipamentos produzidos no Brasil, o que gerou cerca de 20 mil empregos no país, sem contar com os postos de trabalho criados em Cuba.

A modernização e ampliação de Mariel estão ocorrendo conforme o previsto, o que levou o Brasil a negociar a liberação de mais um financiamento de US$200 milhões para Cuba.

O porto responde pela maior parte do total de financiamentos (US$1,6 bilhão) concedidos pelo Brasil a Cuba. A pergunta é se não há risco de calote. Mesmo com todos seus problemas, Cuba permanece em dia com o Brasil, e no caso específico de Mariel, houve a preocupação de vincular os pagamentos diretamente às receitas obtidas pelo porto.

3 Respostas to “Em editorial, O Globo disse que porto cubano é bom negócio para o Brasil”

  1. Mario Antonio Says:

    Até 2002 o Brasil não era considerado um país sério perante o mundo, ou seja, o Brasil era uma piada mundial. Agora, com Lula e Dilma, o Brasil despertou e é referência em excelência de gestão pública. Hoje temos respeito, seriedade e um governo de confiança para realizar o muito que ainda se tem por fazer e corrigir, nesta nação que sempre foi espoliada por uma elite larápia, usurpadora, sarcástica, e que ainda ri da nossa cara,mesmo que do alto de sua cafonice de chapéu e cinturão de vaqueiro norte americano, mata barata no cantinho com sua botinha chinfrim de bico fino e saltinho carrapeta. Figurinhas “démodés” patéticas!

  2. Marcelo Coutinho Says:

    A verdade pode até demorar, mas acaba aparecendo, e quando aparece, é bonito de se vê!!!!!

  3. pintobasto Says:

    Tudo que o Governo faz no Brasil e no mundo, é criticado por esta mídia infame que temos e pelos lacaios dos yankees. O Brasil é uma grande potência mundial, faltando-lhe apenas umas FFAA bem armadas!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: