Emir Sader: O plano terrorista de Aécio e Armínio

Armirio_Fraga05_Inflacao

Aécio Neves e Armírio Fraga querem fabricar a ideia de que a economia não cresce por causa da inflação e do salário mínimo alto.

Emir Sader

1 – Criar o clima de que o maior problema brasileiro é uma suposta inflação descontrolada.

(Mesmo se é de 6% ao ano, quando FHC entregou pro Lula uma inflação de 12,5% ao ano.

2 – Fabricar a ideia de que a economia não cresce pela inflação e porque “o salário mínimo é muito alto”, segundo o Armínio Fraga.

(Apesar de que os salários são um componente mínimo dos custos de qualquer mercadoria.)

3 – Difundir a ideia de que o governo gasta muito, que é necessário um duro ajuste fiscal.

(As tais “medidas impopulares” de que fala o Aécio que está pronto para tomar.)

4 – Pregar que “um certo nível de desemprego é saudável”, como disse o Armínio Fraga.

5 – Se ganhar, implementar uma forte política de corte de salários, tanto do setor público, como pressionando as negociações no setor privado. Baixar o salário mínimo.

6 – Promover o desemprego para favorecer as condições de negociações dos empresários com os trabalhadores e os sindicatos.

7 – Reduzir os bancos públicos a um mínimo, como disse o Armínio. O que significa também cortar muito os recursos para as políticas sociais, que só podem ser realizadas através de bancos públicos.

8 – Assinar Tratado bilateral de Livre Comercio com os Estados Unidos, saindo do Mercosul e rompendo todos os acordos de integração regional com os países latino­-americanos, deslocando o comercio do Brasil para os EUA como parceiro fundamental.

9 – Endurecer a repressão com os sindicatos e os movimentos sociais que resistirem a essas medidas.

10 – Instaurada a recessão, com as políticas de austeridade, voltar a tomar empréstimos do FMI, com as cartas de intenção respectivas e os cortes dos gastos sociais do Estado requeridos.

É um plano para voltar aos anos de terror econômico e social dos anos 1990, nos quais Armínio Fraga foi personagem central. Tudo seria feito colocando a culpa nos gastos sociais excessivos dos governos do PT e nos aumentos salários desmedidos por parte dos sindicatos.

Colocado em prática o plano de terror, o Brasil voltaria à recessão, à miséria, ao endividamento com o FMI, à subserviência com os EUA, à repressão dos movimentos populares – como os tucanos promoveram no passado e querem retomar no presente.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: