Valor Econômico mistura números e eleva prejuízo de Pasadena para US$2 bilhões

Valor_Economico_Logo01AVia Jornal GGN

Em geral mais objetivo em suas matérias, o jornal Valor Econômico pouco a pouco parece abrir mão do rigor jornalístico, igualando-se aos demais jornais na falta de apuração correta dos dados.

Sob o olho “Análise”, a matéria “Ex-presidente tenta blindar a estatal” é eivada de erros técnicos, erros graves de informação e de interpretação:

Erro 1 – afirma que a Petrobrás “jogou pelo ralo” US$2 bilhões com a compra da refinaria Pasadena. Todas as denúncias até agora divulgadas não chegam perto desse número.

Erro 2 – na hora de contabilizar o que considera prejuízo total, a matéria soma US$485 milhões pagos pela refinaria, mais US$340 milhões pelos estoques de óleo cru, mais US$340 milhões por multas, juros e honorários dos advogados. Mesmo descontando-se erros primários de contabilização de prejuízos, o total é US$825 milhões, longe dos US$2 bilhões informados.

Erro 3 – Sem nenhuma explicação, dobrou o valor contabilizado como garantias bancárias, juros, honorários e despesas processuais – dos originais US$173 milhões para US$355 milhões. Não separou o que é prejuízo efetivo (multas, honorários de advogados) do que é despesa inerente à operação.

Erro 4 – Trata como prejuízo US$340 milhões pagos por estoques de petróleo, sem considerar que estoques são refinados e revendidos no mercado.

Erro 5 – Trata como escândalo cláusula do acordo de acionistas que previa prêmio de 20% para a Astra Oil (sobre o valor original negociado) caso ela saísse do negócio e deixasse a Petrobras no controle. Ignora ser hábito consagrado no mercado o chamado “prêmio de controle” – isto é, pagar mais por participação que permita o controle acionário.

Erro 6 – Para criticar o prêmio, a reportagem refere-se a entrevista de José Sérgio Gabrielli. Mas ignorou todas as explicações dadas por ele, sobre as condições do mercado no momento da compra (que tornavam a compra atraente), depois da compra, com a crise de 2007 (tornando a refinaria desinteressante) e, mais recentemente, com as mudanças no mercado de petróleo (tornando novamente a refinaria rentável).

Erro 7 – Na hora de contabilizar prejuízos, não levou em conta o valor atual da refinaria, que produz 100 mil barris diários de derivados de petróleo e opera com lucro.

Erro 8 – Menciona “evidências encontradas até agora nas dezenas de documento relacionadas à compra da refinaria que tornaram públicas negociatas”. A matéria não explica o que considera como “negociatas”. Os documentos até agora divulgados não trazem menção a nenhuma “negociata”. No máximo, cláusulas de negócio que poderiam ser classificadas ou como usuais ou como mal negociadas.

Leia também:

Petrobras assinala recordes em refinaria e de extração no pré-sal

Petrobras: 42 milhões nada, Astra pagou quase US$500 milhões por Pasadena

Memória curta da oposição disfarça falta de propostas

Negócio mais polêmico da Petrobras vem da era FHC

Ano a ano, os estragos que FHC fez na Petrobras

Para ler, divulgar e guardar: O legado de FHC e outras “obras”

O dedinho de FHC, o porto de Cuba e as hidrelétricas do Aécio

O contra-ataque do governo na CPI da Petrobras

Recordar é viver: Justiça mira gestão da Petrobras na era FHC

A Petrobras e as tucanisses

Miguel do Rosário: Documentos comprovam que Astra pagou mais por Pasadena

Alguns esclarecimentos importantes sobre Petrobras e Pasadena

A Petrobras incomoda

A Petrobras é o alvo do ódio, mas fingem que a defendem

Lobos e cordeiros nos ataques especulativos à Petrobras

Janio de Freitas: O mistério do futuro

O jogo pesado: Tirar a Petrobras de campo

Sérgio Gabrielli explica a senadores detalhes da compra da refinaria nos EUA

A história de Pasadena que a “grande mídia” não contou e o vídeo não editado pela Globo

Ata confirma versão de Dilma sobre Pasadena

Petrobras lança US$8,5 bilhões em bônus e demanda supera US$22 bilhões

Petrobras bate rivais em todos os indicadores

Petrobras bate novo recorde de produção no pré-sal

Petrobras valia US$15,4 bilhões em 2003. Hoje vale R$214,6 bilhões. O que a mídia noticia

Faz algum sentido tratar a Petrobras como uma empresa quebrada?

Banco ataca e depois “enche o carrinho” de Petrobras

Mídia golpista e PSDB noticiam: Petrobras tem “32% de chances de falir”. É? Então a Vale tem 59%

“Consultores” da Folha criam o inédito: Maior campo do mundo é “problema para a Petrobras

Lucro menor da Petrobras tem nome: investimento gigante

Petrobras 60 anos, com meta de dobrar produção

Lula critica “bisbilhotice” de Obama sobre Dilma e a Petrobras

Petrobras tem lucro de 40% mais que o “previsto”

“Bomba” da Época difamando a Petrobras é desmentida em 24 horas

Um recorde após outro: E a Petrobras está em crise?

FHC ao FMI: “CEF, BB e Petrobras estão à venda.”

Petrobras vai investir US$236,7 bilhões nos próximos cinco anos

Petrobras responde à turma da Petrobrax

PSDB debate Petrobras: É o partido da piada pronta

PSDB, da Petrobrax, ensina como gerir Petrobras

Petrobras cala a boca do PIG nativo e internacional

Stanley Burburinho: Entenda o motivo de a mídia golpista atacar a Petrobrax, quer dizer, Petrobras

Petrobras: Dilma terá de pagar dívida de R$4,7 bilhões deixada por FHC

Petrobras bate rivais em todos os indicadores

Petrobras bate novo recorde de produção no pré-sal

Transpetro alcança marca de 10 navios lançado ao mar

Dilma diz que leilão do Campo de Libra é “passaporte para o futuro”

Os lances de Libra e o lance de 2014

Economistas que privatizaram a Vale deveriam se envergonhar de criticar Libra

Pré-sal: O discurso que Aécio não fez e engoliu

Paulo Moreira Leite: Quem perdeu no pré-sal

A redistribuição social da renda petroleira

FHC leiloou Campo de Libra por R$250 mil

Os números finais do leilão do Campo de Libra

Mídia golpista e PSDB noticiam: Petrobras tem “32% de chances de falir”. É? Então a Vale tem 59%. Que burros. Dá zero pra eles!

Dilma: “Quem quer mudar a regra do petróleo, que mostre a cara.”

Pré-sal vai gerar 87 milhões de empregos

União terá 85% de lucro com o Campo de Libra: “Isso é bem diferente de privatização”, afirma Dilma

Pré-sal: Brasil ganha R$1 trilhão no leilão do Campo de Libra, alcançando recorde mundial

Entenda o motivo de a mídia golpista atacar a Petrobrax, quer dizer, Petrobras

FHC ao FMI: “CEF, Banco do Brasil e Petrobras estão à venda.”

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Valor Econômico mistura números e eleva prejuízo de Pasadena para US$2 bilhões”

  1. Joaquim Rodrigues Says:

    Já que é desse jeito que esses editores estão falando faz a gentileza de passar o preço da gasolina para R$ 0,60 centavos.o litro qua ai fica mais fácil, para nos consumidores, o governe sim é que achaca o povo..

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: