Corrupção tucana: Coordenador da campanha de Aécio e candidato em Minas é alvo da PF

Pimenta_Veiga08

Via Os amigos do presidente Lula

O jornal O Estado de S.Paulo está atrasado quase um ano na divulgação de notícia contra o tucano Pimenta da Veiga, ex-ministro das Comunicações de FHC, atual coordenador da campanha de Aécio e candidato do PSDB ao governo de Minas. Neste post de julho de 2013, no  Rede Brasil Atual, os leitores foram informados com muita antecedência da notícia publicada somente hoje no jornalão.

No Estadão de quarta-feira, dia 9: “Candidato de Aécio em Minas é alvo da PF”. Tucano Pimenta da Veiga é investigado por receber R$300 mil de agência de Marcos Valério em 1998.

Pimenta_Veiga07Clique aqui. A imagem acima é de um post de 2012.

O ex-ministro das Comunicações Pimenta da Veiga, candidato do PSDB ao governo de Minas, prestou no fim de março depoimento na Polícia Federal, em Brasília, em um inquérito que apura o repasse de recursos da SMPB, de Marcos Valério Fernandes de Souza, no mensalão mineiro. O tucano admitiu ter recebido R$300 mil da agência de publicidade, mas disse que o valor se referia ao pagamento por serviços de advocacia. O tucano, que foi eleito deputado federal em 1998, não apresentou comprovação dos serviços.

Segundo a PF, Pimenta cumpriu carta precatória expedida pela Superintendência da corporação em Minas, que instaurou uma investigação no ano passado. O inquérito é um desdobramento da denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República em 2008 e apura outros repasses da SMPB.

Na acusação formal, o Ministério Público Federal apontou que a campanha à reeleição do então governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998, foi abastecida por um esquema de arrecadação ilegal de recursos que envolvia a agência de Valério. Pimenta da Veiga não foi denunciado.

Porém, citado no inquérito original da PF, ele passou à condição de investigado no novo procedimento instaurado em 2013.A PF rastreou depósitos feitos pela agência de Marcos Valério à conta de Pimenta.

Empréstimo

Durante a comissão parlamentar mista de inquérito dos Correios, em 2005, foi encontrado um contrato de empréstimo de R$152 mil contraído pelo ex-ministro no Banco BMG de Belo Horizonte no qual figuravam como avalistas Marcos Valério e sua ex-esposa Renilda Santiago.

Em fevereiro, Eduardo Azeredo (PSDB) renunciou ao mandato de deputado federal. Com a perda do foro privilegiado, o Supremo decidiu transferir para a 1ª Instância, em Minas Gerais, a ação penal contra o ex-governador, acusado dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu pena de 22 anos de prisão para o ex-deputado. Azeredo alega inocência e diz que é “bode expiatório” de uma “ação que tem contaminação política”.

Foi Pimenta da Veiga quem proporcionou que Azeredo disputasse sua primeira eleição, como candidato a vice-prefeito de Belo Horizonte na chapa vitoriosa em 1988. Um ano e meio depois, ele assumiu a prefeitura da capital mineira após Pimenta renunciar para disputar o governo do Estado. O tucano perdeu a eleição daquele ano – 1990.

***

Leia também:

Paulo Moreira Leite: Entre a justiça e a farsa

Antonio Lassance: STF fez imenso favor ao PSDB e deu péssimo exemplo ao Brasil

O Ibovespa e a volta à normalidade do STF

Eduardo Azeredo abre janela para réus da AP 470 irem à OEA

Imoralidade suprema: STF remete mensalão tucano para justiça de Minas Gerais

Mensalão tucano: 10 motivos para que Eduardo Azeredo seja julgado pelo STF

Mensalão tucano: O azar de Eduardo Azevedo

O mensalão tucano e a lista de Furnas

Eduardo Azeredo vira “Paulo Preto” de Aécio e o PSDB o condena à morte política

Mensalão tucano: Azeredo participou “efetivamente” dos desvios, afirma Janot

Confusão no ninho: Azeredo abre o bico e manda recado para “o PSDB todo”

Paulo Moreira Leite: Mensalões diferentes

Áudio incrível: o que acontece nos bastidores do mensalão tucano

Mensalão tucano: Procurador-federal pede ao STF 22 anos de prisão para Azeredo

Mídia se cala: Tucanos envolvidos em corrupção? Bobagem…

Documentos revelam participação de FHC e Gilmar Mendes no mensalão tucano

Trensalão tucano: Se cuida FHC, o MP vai investigar sua eleição

Rogério Correia: “Valério operou ao mesmo tempo para o Aécio e o PT”

Documento (mais um) comprova que o trensalão pagou propina a tucanos

A matéria que motivou a nota do PSDB mineiro

Lista de Furnas: O caso de corrupção que a mídia esconde

Por que o mensalão tucano, a Lista de Furnas e os processos contra Aécio no STF não andam?

Lista de Furnas é esquema comprovado e repleto de provas na Justiça

Tatto defende CPI da Privataria e cobra explicações de FHC sobre Lista de Furnas

Se quiser, Joaquim Barbosa já pode avocar o processo da Lista de Furnas

Lista de Furnas: Deputados do PSDB são acusados de pressionar lobista preso

Lista de Furnas: Amaury Ribeiro já tem documentos para o livro A Privataria Tucana 2

Advogado acusa réu do mensalão tucano de ser mandante da morte de modelo

Perseguido por Aécio e com medo de ser assassinado, delator do mensalão tucano está em presídio de segurança máxima

TJ/MG: Processo que incrimina governantes mineiros desaparece

Adib Jatene: “FHC é um homem sem palavra e Serra, um homem sem princípios.”

A Folha noticiou a compra de votos por FHC para a reeleição, mas depois se “esqueceu”

FHC comprou o Congresso: Fita liga Sérgio Motta à compra de votos para reeleição

FHC comprou o Congresso. O STF não vai fazer nada?

FHC disse muitas vezes: “Não levem a sério o que digo.”

FHC e a reeleição comprada: Por que a Veja não consulta seus arquivos?

O retrato do desgoverno de FHC

Governo FHC: O recheio da pasta rosa e o caso do Banco Econômico

Os crimes de FHC serão punidos?

O Brasil não esquecerá os 45 escândalos que marcaram o governo FHC

FHC ao FMI: “CEF, Banco do Brasil e Petrobras estão à venda.”

Dinheiro da CIA para FHC

Tags: ,

2 Respostas to “Corrupção tucana: Coordenador da campanha de Aécio e candidato em Minas é alvo da PF”

  1. Corrupção tucana: Coordenador da campanha de Aécio e candidato em Minas é alvo da PF | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  2. Corrupção tucana: Coordenador da ... Says:

    […] Via Os amigos do presidente Lula O jornal O Estado de S.Paulo está atrasado quase um ano na divulgação de notícia contra o tucano Pimenta da Veiga, ex-ministro das Comunicações de FHC, atual coorde…  […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: