Joaquim Barbosa é responsável pelos crimes da Veja

Veja_Ze_Dirceu01Fernando Brito, via Tijolaço

O que a revista Veja faz, nesta semana, não tem outro nome senão o de crime. Publicar fotos tiradas clandestinamente por servidores do presídio, possivelmente pagas a peso de ouro, para dar credibilidade a uma história de privilégios supostamente gozados por José Dirceu na prisão, sem uma prova sequer, equivale a se publicar que a redação da revista da Abril é sede de bacanais, regadas a champanhe, com mulheres agenciadas por Carlinhos Cachoeira, com base em informações de um contínuo que pediu para não ser identificado.

Óbvio que é pura invenção esta cena, mas o que impede, com o ódio que a revista tem a Dirceu e com um histórico de roubar imagens de câmara de segurança de um hotel para bisbilhotar quem falava ou deixava de falar com o ex-ministro, antes de sua condenação, que a revista invente o que quiser sobre sua vida na Papuda?

A ética? Ora, por favor, vamos evitar as piadas, não é?

Mas é preciso dizer o que é a verdade.

A Veja age como uma mosca varejeira na situação que foi criada pelo absurdo que está sendo promovido pelo senhor Joaquim Barbosa, ao deixar durante cinco meses um condenado ao regime semiaberto em clausura absoluta, usando de mil formas para evitar que ele exerça a pena da maneira que a lei e o tribunal determinaram: trabalhar durante o dia e recolher-se ao presídio à noite.

E o que está sendo “motivo” desta procrastinação são justamente “reporcagens” como estas, baseadas – se é que são – em fontes anônimas.

Joaquim Barbosa fez o que pôde para tornar adequada às suas vontades a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, agora entregue a um juiz filho de um deputado do PSDB.

Em relação a Dirceu, revogou a decisão tomada pelo presidente interino do STF, Ricardo Lewandowski, que mandava tramitar a análise do pedido de autorização de trabalho do ex-ministro.

Pior, confessou, de público, ter conduzido a dosimetria da pena atribuída a ele e a outros réus com o fim de evitar que ficassem em regime semiaberto.

Joaquim Barbosa, a esta altura, não apenas deixa de agir com o equilíbrio de um juiz, mas se assemelha àquela postura descrita por Roberto Jefferson diante do mesmo Dirceu, de quem disse despertar “os seus instintos mais primitivos”.

***

Leia também:

Depois de morto, Luiz Gushiken derrota Veja: o caso das falsas contas no exterior

Veja acusou o filho de Lula. E agora?

A Veja entregou o milionário tucano Álvaro Dias sem querer

Recordar é viver: Quando FHC trouxe cubanos, Veja aplaudiu

FHC e a reeleição comprada: Por que a Veja não consulta seus arquivos?

O povo idolatra Chavez e Veja vê herança maldita

Morte de Chavez: “Época” e “Veja” entre facciosismo e demonização

Dublê da Globo é o herói da Veja

Entrevista exclusiva com Maycon Freitas, o muso revolucionário da Veja

A Editora Abril traiu Aécio?

O jeito é Jânio: Operação Barbosa tem a Veja como porta-voz

A Globo, a Folha e a Veja versus José Genoíno

O doutor Joaquim Barbosa, a Veja, o domínio do fato e o apartamento em Miami

Se ainda tinha algum, Veja perde o pudor e prega vaia contra cubanos

Gilmar Mendes e o pitbull da Veja

Os 30 anos de ódio ao MST nas páginas de Veja

Revista Veja é a Mãe Dinah do PIG: Erra todas as previsões

Veja: O “jornalismo” ficcional mau caráter para leitores boimate

Veja produz seu segundo caso Boimate

Veja descobre que Brasil não acabou e pede: “Sorria!”

Resposta à Veja: Onde está o Brasil? Acorrentado ao poste, como aquele negro. A corrente é a mídia

Demóstenes da Veja vai para a cadeia?

É guerra: Veja manda recado cifrado ao PT

A Veja vendida a preço de banana mostra a agonia das revistas no Brasil

Novo rei da Veja deve R$55 mil de IPTU

A Veja São Paulo e o “Rei dos Coxinhas”

Veja abandona o crime e vai dedicar-se ao humor

Alckmin torra R$3,8 milhões da educação em assinaturas da Folha, Estadão e Veja

Em 1999, no (des)governo FHC, a Veja comemorou a vinda dos “doutores de Cuba”

Resenha desmonta livro de repórter da Veja contra José Dirceu

Jornalismo Wando: Entrevista exclusiva com Maycon Freitas, o muso revolucionário da Veja

O canibalismo comunista da Veja

Até a Forbes sabe que Veja se envolve em corrupção no caso Cachoeira

Breve explicação sobre como funciona nossa mídia

Assassinato de reputação: Erenice Guerra foi inocentada. Com a palavra a Folha e a Veja

Reinaldo Azevedo, o rola-bosta da Veja, faz previsões para as eleições 2014

Morte de Chavez: Época e Veja entre facciosismo e demonização

Só depois da posse de Haddad, a Veja percebeu que a cidade de São Paulo está um lixo

TJ/SP confirma direito de resposta a Luis Nassif contra Veja

Renan, o candidato da Globo e da Veja

PSDB usa Folha, Estadão, Globo e Veja para justificar ação contra Dilma

Veja lamenta a criação de 1,3 milhão de empregos em 2012

Luciano Martins Costa: A “barriga” de alto custo da Veja

O futuro da Abril e das grandes empresas de mídia

Associação de historiadores repudia “matéria” da Veja sobre Eric Hobsbawm

Niemeyer é homenageado pelo mundo, mas a Veja o chama de “idiota”

Tags: , , ,

3 Respostas to “Joaquim Barbosa é responsável pelos crimes da Veja”

  1. pintobasto Says:

    E o culpado dessa tramóia toda é Quinzão, O Vingador, herói de fundo de quintal! Fora com Joaquim Barbosa!

  2. Joaquim Barbosa é responsável pelos crimes da Veja | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  3. Joaquim Barbosa é responsável pel... Says:

    […] Fernando Brito, via Tijolaço O que a revista Veja faz, nesta semana, não tem outro nome senão o de crime. Publicar fotos tiradas clandestinamente por servidores do presídio, possivelmente pagas a p…  […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: