Sistema de ônibus de São Paulo transportou 6 milhões de pessoas a mais em 2013

Onibus08_Corredor

Para especialistas, Bilhete Único Mensal e faixas exclusivas à direita fizeram coletivos reverterem perda de passageiros vista em 2012.

Caio do Valle, via Agência Estado

Revertendo uma tendência de queda, o número de passageiros que utilizaram os ônibus municipais da capital paulista cresceu em 2013, ano em que a Prefeitura de São Paulo adotou políticas como a criação de faixas exclusivas para coletivos e o Bilhete Único Mensal.

Dados da São Paulo Transporte (SPTrans) mostram que 6 milhões de usuários a mais circularam no sistema, atingindo a marca de 2,923 bilhões de pessoas transportadas. Em 2012, a quantidade de passageiros havia sido 24 milhões menor do que em 2011. Aquela foi a primeira vez em uma década que a curva de usuários dos ônibus paulistanos caiu em vez de subir. Agora, no entanto, a situação é a oposta. Nas projeções da Prefeitura, o patamar chegará a 2,937 bilhões de passageiros transportados no fim de 2014, nível próximo ao de três anos atrás.

Segundo especialistas, se a velocidade e a qualidade do serviço continuarem aumentando, mais pessoas devem migrar para esse meio de transporte ao longo dos próximos meses.

Caso de Rogério Belda, diretor da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). Ele diz que o único fator que pode explicar o incremento e não estagnação do número de passageiros de ônibus em São Paulo é a política das faixas da gestão Fernando Haddad (PT). “O que crescia eram só os usuários de automóvel, trem e metrô. Não há outra explicação para mais gente nos ônibus que não seja a melhora de circulação nas faixas. É uma boa notícia.”

Os efeitos já são notados pelos passageiros. O operador de loja Jobson Tiago Mocelin, de 31 anos, diz que a linha que usa para ir trabalhar na zona norte ficou mais cheia. “Agora, no ponto que pego, na Freguesia do Ó, já não tem mais lugar para ir sentado.”

A auxiliar de produção Fábia Figueiredo Freitas, de 32 anos, aprova as faixas. “Minha viagem ficou uns 40 minutos mais rápida. Só acho que precisava passar mais ônibus no ponto.”

Especialista em Transportes e professor da Fundação Educacional Inaciana (FEI), Creso de Franco Peixoto atribui a variação positiva à campanha em torno da inauguração das faixas. Para ele, o número deve continuar aumentando, caso a qualidade do serviço aumente. “A oferta dessas faixas num processo mais dinâmico agora está passando por um momento de avaliação. Temos de ver se os usuários atingidos pela campanha vão continuar.”

Bilhete Único

Por sua vez, o Bilhete Único Mensal, acredita Rogério Belda, também deve atrair mais gente. “Eu estava em Paris quando fizeram um bilhete como esse. No começo, o interesse foi pequeno, mas depois que as pessoas se habituaram, o crescimento foi vertiginoso.”

De acordo com o diretor de Gestão Econômico-Financeira da SPTrans, Adauto Farias, o afluxo de usuários no sistema passou a subir a partir de outubro, quando a rede de faixas estava se consolidando – ao todo, a administração municipal implementou 291 km dessas vias exclusivas ao longo de 2013.

Golden line

Farias cita como exemplo de migração de passageiros do Metrô para os ônibus a linha que usa faixas exclusivas no eixo da Radial Leste, conectando a região de Itaquera ao Parque D. Pedro II, no centro. “Essa linha estava dimensionada para 14 mil passageiros por dia e já está chegando aos 40 mil.” Ela foi apelidada de golden line (linha dourada) pela SPTrans por causa da cor dos ônibus superarticulados. O tempo médio de viagem, segundo Farias, é menor nela (43 minutos) do que na paralela Linha 3 do Metrô (53 minutos).

***

Leia também:

Paulo Moreira Leite: Os corredores de ônibus e a profecia que se autorrealizou

Uma faixa exclusiva de ônibus incomoda muita gente…

TCM de São Paulo não gosta do povo: Suspendeu projeto de corredores de ônibus de Haddad

São Paulo: Mídia golpista começa a atacar corredores de ônibus

João Whitaker: Um ano de Haddad em São Paulo, o que a mídia esconde

Haddad não pode, mas Alckmin cria 17 novas taxas e aumenta outras em até 233%

Partido de Paulo Skaf ajuda Alckmin a criar e aumentar taxas

Tags: , , , ,

Uma resposta to “Sistema de ônibus de São Paulo transportou 6 milhões de pessoas a mais em 2013”

  1. Sistema de ônibus de São Paulo transportou 6 milhões de pessoas a mais em 2013 | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: