Globo abre o jogo: É contra o pobre

Globo_Jornal_13Salario

Em 1962, um ano após o golpe militar que ele apoiou, O Globo se mostra contrário ao 13º salário.

Miguel do Rosário, via Tijolaço

O editorial do jornal O Globo de domingo, dia 12, é uma síntese magnífica de como pensa o núcleo conservador brasileiro, que pode ser definido em três adjetivos: mesquinho, mesquinho, mesquinho.

O atual mecanismo encontrado pelo governo, centrais e sindicatos para elevar o salário mínimo em linha com a média do crescimento do PIB dos últimos dois anos foi uma das medidas mais progressistas e eficazes em décadas.

Muitas vezes um governo adota uma medida progressista, mas sem eficácia. Ou seja, a intenção é boa, mas não dá certo, e o fracasso às vezes gera um retrocesso, ficando o trabalhador em pior situação do que antes.

O grande desafio da política é encontrar soluções que beneficiem o trabalhador e que sejam, ao mesmo tempo, sustentáveis ao longo do tempo.

A oposição de O Globo ao mecanismo que possibilitou o aumento real do salário mínimo demonstra a sua indiferença para com a questão social e humana. Para uma família que tem uma fortuna de quase R$60 bilhões, como tem os Marinho, realmente é difícil se comover com 50 reais a mais ou a menos no salário de um chefe de família.

Entretanto, é muito bom que O Globo abra o jogo e revele seus dentes afiados. É bom para não esquecermos que enquanto a gente reclama que o governo faz pouco, que é tímido, que poderia ousar políticas sociais mais avançadas, há setores poderosos, e O Globo é ao mesmo tempo porta-voz e líder desses setores, que lutam pelo retrocesso.

O mecanismo atual de ajuste do salário mínimo tem a vantagem de ter acabado com o desgastante jogo de pressão entre governo, empresas e centrais sindicais. Agora ambos podem se dedicar a outras pautas, mais complexas, envolvendo questões tributárias, incentivos, crédito e investimentos em tecnologia.

A regra acertada é que o salário mínimo aumentará se o PIB tiver crescido. Ficará parado se o PIB estagnar. É simples, objetivo, racional. É uma das poucas coisas que tem dado 100% certo nos últimos anos, e para o bem do trabalhador, que viu sua renda aumentar em paralelo com o declínio no desemprego.

O golpe de 64 foi aplicado, entre outras razões, porque havia uma grande pressão política para o aumento do salário mínimo. E João Goulart estava do lado daqueles que desejavam ampliar o poder aquisitivo do trabalhador. Aliás, o que os conservadores chamavam de “comunismo” na década de 60, era, entre outras coisas, defender o aumento do salário mínimo. O Globo da época, assim como o de hoje, também era contra isso. O Globo era tão contra aumentar o salário mínimo, mas tão contra, que usou isso como uma das justificativas para derrubar um presidente legitimamente eleito pelo sufrágio universal.

Só que o cartucho do golpe militar já foi gasto, e o Brasil hoje é bastante alerta, diria até mesmo paranoico (saudavelmente paranoico), quando à possibilidade de outro tipo de golpe, de maneira que os conservadores atuais terão de continuar engolindo por um bom tempo (espera-se que eternamente) a ascensão gradual e constante do valor dos salários pagos aos trabalhadores brasileiros.

***

Leia também:

Os bilionários da Globo

Credores norte-americanos pedem falência de empresa da Rede Globo nos EUA

Rede Globo tem contratos sigilosos com Marcos Valério

Rede Globo sonega milhões de reais em impostos

Golpe de 1964: A Globo devolverá o dinheiro que ganhou com ele?

A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark

Estarrecedor: Por sonegação, Receita Federal notificou a Globo 776 vezes em dois anos

Rede Globo tem os bens bloqueados pela Justiça

Ex-funcionária da Receita que sumiu com processos contra TV Globo é condenada à prisão

Leandro Fortes: O povo não é bobo

João, Irineu e José, os filhos de Roberto Marinho: Os bilionários donos do BV

Rede Globo: Quem planta terrorismo, colhe caos

Por que a Globo faz o que faz

Como a Globo manipula gente simples para defender sua visão predadora de impostos

Forbes: A famiglia Marinho tem fortuna de R$52 bilhões

Leandro Fortes: A TV Globo e a ópera bufa no Panamá

Apoio da Globo ao golpe de 1964 foi comercial, não ideológico

Globo se desculpa pelo passado. Mas e o presente?

Golpe de 1964: A Globo devolverá o dinheiro que ganhou com ele?

Estarrecedor: Por sonegação, Receita Federal notificou a Globo 776 vezes em dois anos

Rede Globo tem os bens bloqueados pela Justiça

Ex-funcionária da Receita que sumiu com processos contra TV Globo é condenada à prisão

Ministério Público no DF abre apuração sobre o caso de sonegação envolvendo a Rede Globo

Rede Globo: Só falta o cadáver

Funcionária da Receita foi condenada por sumir com processo contra a Globo

Rede Globo é alvo de uma CPI na Câmara

Sonegação fiscal da Globo fica em segundo plano, agora o caso é de polícia

Processos contra a Globo podem reaparecer no Congresso

Leandro Fortes: O povo não é bobo

A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark

Professor demonstra manipulação de “O Globo” sobre a Venezuela

João, Irineu e José, os filhos de Roberto Marinho: Os bilionários donos do BV

Dia Nacional de Lutas: Trabalhadores ocupam as ruas com atos em todo o País

“Grande mídia” tenta abafar protestos contra a Globo

Ligações suspeitas entre Globo e Banco Rural, mas ninguém investiga

Rede Globo: Quem planta terrorismo, colhe caos

Por que a Globo faz o que faz

Como a Globo manipula gente simples para defender sua visão predadora de impostos

A ingratidão da Globo

Na lista da máfia do ISS, Globo nega e diz que paga todos os impostos

Tags: , , ,

4 Respostas to “Globo abre o jogo: É contra o pobre”

  1. magda f santos (@magdafsantos) Says:

    QUEM NÃO SABE? OU O QUE AMEALHARAM FOI HONESTAMENTE, SEM PATROCÍNIO, EM RETRIBUIÇAO DE SERVIÇOS GOLPISTAS PRESTADOS DESDE A DITADURA MILITAR?

  2. Mineira consciente Says:

    Só quem não tem um pouco de senso crítico não percebe que a rede bobo sempre esteve a favor das elites e ditaduras.

  3. bene nadal Says:

    Não se podia esperar coisa melhor de uma familia como a dos donos da globo, que ao longo dos últimos 50 anos lutou com “unhas e dentes”, para aumentar seu capital, mesmo que para isso tenha que detonar o Brasil!!!

  4. Globo abre o jogo: É contra o pobre | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: