TCM de São Paulo não gosta do povo: Suspendeu projeto de corredores de ônibus de Haddad

Prefeitura_SP22_Corredor_Onibus

Após o STF proibir o reajuste do IPTU na cidade de São Paulo – onde os ricos pagariam mais e os pobres, menos –, agora o TCM suspendeu os corredores de ônibus, que beneficiavam milhões de pessoas. É vergonhosa a ação orquestrada pelos órgãos públicos para prejudicar o prefeito Fernando Haddad.

Mario Cesar Carvalho, via Folha on-line

O Tribunal de Contas do Município suspendeu na terça-feira, dia 8, o principal projeto do prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) para os próximos três anos: a construção de corredores de ônibus orçados em R$4,8 bilhões.

O TCM considerou que faltam requisitos básicos para os corredores serem construídos, entre os quais de onde virá o dinheiro para as obras. Falta também, ainda de acordo com o tribunal, o projeto básico de engenharia e urbanismo dos corredores.

O Tribunal de Contas deu um prazo de 15 dias para a prefeitura se explicar. A construção de corredores é a principal aposta de Haddad para responder aos protestos de junho contra o aumento da tarifa do transporte público.

A licitação suspensa pelo TCM foi lançada em julho e é dividida em dez partes, que somam 128 quilômetros de corredores em avenidas como Celso Garcia (zona leste) e 23 de Maio (zona sul). Outras duas licitações de corredores, herdadas da gestão Gilberto Kassab (PSD), estão em andamento.

A meta da gestão Haddad é construir 150 quilômetros de corredores para oferecer uma alternativa rápida ao uso do carro.

Outro lado

A prefeitura diz que esse tipo de veto do TCM é “normal e aconteceu também nas licitações de compra de uniforme escolar e para auditoria do sistema de ônibus”. Em ambos os casos, diz a prefeitura, o veto foi suspenso.

Segundo a prefeitura, os projetos têm recursos do PAC do Mobilidade e projetos básicos de engenharia e urbanismo existem, que serão apresentados no prazo de 15 dias.

Esses projetos foram contratados ao custo de R$88,3 milhões e o prazo final de entrega é junho deste ano.

Desde o início de sua gestão, Haddad implantou cerca de 300 quilômetros de faixas exclusivas de ônibus – aquelas que ficam à direta da via e têm horário de funcionamento limitado.

Os corredores exclusivos ficam à direita da via, junto ao canteiro central, funcionam 24 horas e alguns têm separação física das outras faixas.

Prefeitura_SP23_Corredor_Onibus

***

Leia também:

São Paulo: Mídia golpista começa a atacar corredores de ônibus

João Whitaker: Um ano de Haddad em São Paulo, o que a mídia esconde

Haddad não pode, mas Alckmin cria 17 novas taxas e aumenta outras em até 233%

Partido de Paulo Skaf ajuda Alckmin a criar e aumentar taxas

Tags: , , , ,

2 Respostas to “TCM de São Paulo não gosta do povo: Suspendeu projeto de corredores de ônibus de Haddad”

  1. TCM de São Paulo não gosta do povo: Suspendeu projeto de corredores de ônibus de Haddad | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  2. TCM de São Paulo não gosta do povo: Suspendeu projeto de corredores de ônibus de Haddad | O LADO ESCURO DA LUA Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: