“Crítica a Barbosa não é racial. É política.”

Joaquim_Barbosa162_Edson_Santos

Valter Lima, via Brasil 247

Ex-ministro da Igualdade Racial, o deputado federal Edson Santos (PT/RJ) não enxerga qualquer tipo de “bullying racial” nas críticas feitas contra o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, como afirmou a jornalista Ana Alakija, editora da Agência Afro-Latina e Euro-Americana de Informação. Ao 247, Edson Santos, disse que a questão contra Barbosa “não é racial, mas sim política”. “O que o senhor Joaquim Barbosa faz atualmente é um jogo político”, afirma.

Para o petista, Barbosa é “peça no esquema dos tucanos, uma tentativa de volta do projeto neoliberal ao poder”. “Tanto que FHC já sinalizou que ele pode ser candidato ao Senado ou até a vice-presidente”, frisa.

Edson Santos vê em Barbosa o maior contraponto ao PT. “Ele tem uma postura a qual me oponho, que é de não reconhecer os avanços que o Brasil teve nesse período dos governos do PT, que permitiram criar o ambiente atual de qualidade de vida e de ação afirmativa para a entrada de jovens negros e pobres nas universidades, por exemplo. Além das medidas de inserção dos negros em ambientes dominados por brancos. E ele fez parte disto, que foi a iniciativa do presidente Lula de colocar um homem negro no STF, para representar um novo momento do país”, afirma.

Outra questão levantada pelo deputado é a forma como o presidente do STF conduziu o julgamento da Ação Penal 470 e as prisões dos condenados. “A postura de JB se coloca, claramente, em oposição ao projeto do PT. A forma como ele conduziu a AP 470 com o claro objetivo de condenar, introduzindo até novidades na Teoria do Direito, estabelecendo que são os réus que têm que provar sua inocência. E não a acusação, a culpa. Sinceramente, Joaquim Barbosa vai contra tudo aquilo que o Brasil avançou em termos sociais e em luta racial, nos últimos anos em que foi governado pelo PT e pelos partidos aliados”, afirma.

Denominando Barbosa de “principal algoz da AP 470”, o petista cita a situação do ex-deputado Roberto Jefferson, também condenado na ação, mas ainda em liberdade, e recebendo tratamento diferenciado ao que foi dado ao também ex-deputado José Genoíno.

“Veja a questão de Roberto Jefferson. Não é porque foi ele quem desencadeou este processo que vou desconsiderar que ele precisa de um tratamento diferenciado em relação ao seu estado de saúde, mas este direito também tem que ser garantido a José Genoíno, que tem uma cardiopatia grave. Mas Barbosa insistiu em mantê-lo preso. Não no regime semiaberto, mas no fechado, como fez com Dirceu ilegalmente”, ressalta.

Ministro responsável pela criação do Estatuto da Igualdade Racial, Edson Santos lembra que a oposição foi contrária ao projeto, bem como a Globo. “Isto só revela as reais posições de cada um de nós. A mídia acabou capturando Joaquim Barbosa para o seu projeto. Como principal partido de oposição, a mídia vê que Barbosa serve ao seu projeto. E Barbosa assume esse ar de celebridade que nada tem a ver com a função de presidente do STF”, critica.

Questionado sobre a possibilidade de Barbosa ser realmente candidato, o deputado acredita que isto é uma decisão pessoal do presidente do STF. “Acho que ele já se comporta como candidato. Já sinaliza que é uma opção política. Ele tem todo direito de fazê-lo, mas terá a minha mais dura e firme oposição”, reforça.

***

Leia mais sobre Joaquim Barbosa, o ex-menino pobre que mudou (pra pior) o Brasil:

Sem tempo para prender Roberto Jefferson, Joaquim Barbosa cai no samba

Baba-ovo: TV Globo fará série sobre a mãe de Joaquim Barbosa

Juristas isolam Joaquim Barbosa. Agora só lhe resta a mídia

Joaquim Barbosa, o pior brasileiro do ano

Joaquim Barbosa nega direitos a Genoíno. É ilegal, mas e daí?

AP 470 não muda voto de 93% dos brasileiros, diz pesquisa

Na Itália, José Genoíno seria um herói da resistência

Estigma e direitos na execução das penas do “mensalão”

Mauro Santayana: Pena, cadeia e justiça no Brasil

As jabuticabas constitucionais do STF

José Genoíno e a dignidade dos que não se curvam

Resistir é preciso

Uma encrenca chamada Joaquim Barbosa

Joaquim Barbosa é o grande expoente do ódio

Paulo Moreira Leite: Vai aparecer a verdade sobre os R$73,8 milhões da Ação Penal 470?

Breno Altman: Por que José Dirceu sorriu pela segunda vez?

Paulo Moreira Leite: Um laudo pela metade

Miruna Genoíno: “Condenaram meu pai à pena de morte.”

“Barbosa poderá responder por crime de responsabilidade” diz associação de juízes

Paulo Moreira Leite: Um laudo com muitas salvaguardas para Genoíno

Temos um Napoleão no STF. Imperador de si mesmo

Saiba quem são os médicos escolhidos por Joaquim Barbosa para examinar José Genoíno

Joaquim Barbosa trocou juiz com “cantaço” ilegal, diz AMB

O barbosismo, o PT e o pós-julgamento

OAB pede ao CNJ que investigue Joaquim Barbosa

Breno Altman: Por que José Dirceu sorriu pela segunda vez?

Vazam mais páginas do dossiê de Henrique Pizzolato

AP470: Lembo critica “linchamento e diz que há base legal para impeachment de Barbosa

Caiu a máscara: Barbosa nomeia tucano para decidir futuro de Dirceu, Genoíno e Delúbio

Joaquim Barbosa, que nem disfarça mais, escolhe juiz tucano

“Mensalão”: Joaquim Barbosa e o sentido da tragédia

Missão de Pizzolato na Itália é destruir o precesso do “mensalão”, diz advogado

Joaquim Barbosa violou os direitos dos réus, afirma o jurista Celso Bandeira de mello

Ação Penal 470: Globo dá sinais de que, se farsa reuir, Barbosa é quem vai pagar a conta

Janio de Freitas cobra punição de Barbosa no CNJ

Joaquim Barbosa e o sensacionalismo

José Genoíno para presidente

Antonio Lassance: Os 10 privilégios dos petistas presos

Rede Globo tem contratos sigilosos com Marcos Valério

De Deodoro da Fonseca a Joaquim Barbosa: As farsas do 15 de novembro

“Mensalão”: O terceiro absurdo

Paulo Moreira Leite: O que Herzog pode ensinar sobre Genoíno

Em carta escrita na prisão, petistas dizem que não aceitam “humilhação”

Mauro Santayana: O júbilo e a hopocrisia

Pizzolato revela na Itália dossiê que embaraça julgamento de Barbosa

Mais do mesmo: Agora o alvo é o Lula

A Globo, a Folha e a Veja versus José Genoíno

Cumpra-se a lei: Juiz enquadra a toga colérica

STF tem chance de salvar sua própria dignidade

Juristas e intelectuais gritam contra AI-5 de Joaquim Barbosa

Erros do STF se voltarão politicamente contra a direita

Supremo Tapetão Federal

Destinos cruzados: A vida de Genoíno e a saúde da democracia

Advogados apontam “violações”, ilegalidades” e “desrespeito” nas prisões do “mensalão”

Paulo Moreira Leite: Pizzolato na Itália

Indo buscar justiça na Itália, Pizzolato atrapalha os planos políticos de Joaquim Barbosa

Henrique Pizzolato vai à Itália buscar justiça no caso da Ação Penal 470

O livro “A outra história do mensalão” é um sucesso de vendas

A revista Retrato do Brasil desmonta farsa do “mensalão”

“Mensalão”: A história de uma farsa

Cláudio Lembo, aliado de José Serra, chama o “mensalão” de julgamento medieval

Juristas destroem acusações dos juízes do julgamento do “mensalão”

Ives Gandra, um dos oráculos da direita, afirma que José Dirceu foi condenado sem provas

Agora vai: Ato pró-Barbosa reúne 29 pessoas e pede armas

Sem convite de Dilma para África do Sul, Joaquim Barbosa atende tietes em São Paulo

Joaquim Barbosa, que nem disfarça mais, escolhe juiz tucanoO chicanista Joaquim Barbosa dá voz ao 12º ministro do STF: A “grande mídia”

Onde Joaquim Barbosa fracassou

Joaquim Barbosa fica na defensiva após revelação de seu patrimônio

Lewandowski tem de processar o indecente Barbosa

Vídeo: A grosseria imbecilizante de Joaquim Barbosa

Julgamento da AP470: Erro crasso motivou acesso de fúria de Joaquim Barbosa

Podem escrever: Comportamento de Barbosa no STF não vai acabar bem

A nova etapa da AP 470 tem de corrigir as injustiças

O arrogante Barbosa volta a ofender Lewandowski e tumultua julgamento da AP470

OAB cobre investigação contra Joaquim Barbosa

Paulo Moreira Leite: Joaquim, Pedro 1º e o racismo

Joaquim Barbosa pode ser destituído por usar imóvel do STF como sede de sua empresa

Joaquim Barbosa, o fora da Lei, utiliza imóvel do STF com sede de sua empresa

A origem do nome da empresa de fachada de Joaquim Barbosa

Joaquim Barbosa e os benefícios fiscais de seu imóvel em Miami

O doutor Joaquim Barbosa, a Veja, o domínio do fato e o apartamento em Miami

Apartamento de Joaquim Barbosa em Miami custou US$10,00

Sócio em offshore nos EUA, Joaquim Barbosa viola estatuto do servidor no Brasil

Joaquim Barbosa, o menino pobre que mudou o Brasil, compra apartamento milionário em Miami

Joaquim Barbosa condenaria eventual réu Barbosa

O laconismo da Uerj e a aliança entre Joaquim Barbosa e Jair Bolsonaro

A relação entre Joaquim Barbosa e a Uerj

O super-herói Joaquim Barbosa recebeu R$700 mil da Uerj sem trabalhar e quer retroativos

Miguel do Rosário: O mensalão de Joaquim Barbosa

O herói da mídia Joaquim Barbosa voa para ver o jogo do Brasil com dinheiro público

A Globo e Joaquim Barbosa são um caso indefensável de conflito de interesses

Joaquim Barbosa embolsou R$580 mil em auxílios atrasados

Joaquim Barbosa, quando quer, não domina a teoria do domínio do fato

De licença médica, Joaquim Barbosa bebe com amigos e emperra o STF

Nádegas de ouro: Reforma dos banheiros de Joaquim Barbosa custará R$90 mil

Reinaldo Azevedo: “A arrogância de Joaquim Barbosa é espantosa!”

O ético Joaquim Barbosa, o herói da mídia, usou passagens do STF quando estava de licença

Joaquim Barbosa ataca instituições democráticas do Brasil

STF paga viagem de jornalista de “O Globo”

O chicanista Joaquim Barbosa dá voz ao 12º ministro do STF: A “grande mídia”

Quando a máfia midiática promove julgamentos

Ação Penal 470: Celso de Mello pediu para votar, mas Barbosa fez chicana

Paulo Moreira Leite: Vergonha no STF

Fenajufe: Joaquim Barbosa tem a mania de perseguir seus adversários políticos

Missão de Pizzolato na Itália é destruir o precesso do “mensalão”, diz advogado

Joaquim Barbosa violou os direitos dos réus, afirma o jurista Celso Bandeira de Mello

Ação Penal 470: Globo dá sinais de que, se farsa reuir, Barbosa é quem vai pagar a conta

Janio de Freitas cobra punição de Barbosa no CNJ

Joaquim Barbosa e o sensacionalismo

José Genoíno para presidente

Antonio Lassance: Os 10 privilégios dos petistas presos

Rede Globo tem contratos sigilosos com Marcos Valério

De Deodoro da Fonseca a Joaquim Barbosa: As farsas do 15 de novembro

“Mensalão”: O terceiro absurdo

Paulo Moreira Leite: O que Herzog pode ensinar sobre Genoíno

Em carta escrita na prisão, petistas dizem que não aceitam “humilhação”

Mauro Santayana: O júbilo e a hopocrisia

Pizzolato revela na Itália dossiê que embaraça julgamento de Barbosa

Mais do mesmo: Agora o alvo é o Lula

A Globo, a Folha e a Veja versus José Genoíno

Cumpra-se a lei: Juiz enquadra a toga colérica

STF tem chance de salvar sua própria dignidade

Juristas e intelectuais gritam contra AI-5 de Joaquim Barbosa

Erros do STF se voltarão politicamente contra a direita

Supremo Tapetão Federal

Advogados apontam “violações”, ilegalidades” e “desrespeito” nas prisões do “mensalão”

Paulo Moreira Leite: Pizzolato na Itália

O livro “A outra história do mensalão” é um sucesso de vendas

A revista Retrato do Brasil desmonta farsa do “mensalão”

“Mensalão”: A história de uma farsa

Juristas destroem acusações dos juízes do julgamento do “mensalão”

Ives Gandra, um dos oráculos da direita, afirma que José Dirceu foi condenado sem provas

“Mensalão”: Joaquim Barbosa e o sentido da tragédia

Bater em mulher é covardia: Quando Joaquim Barbosa não era herói da mídia

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

8 Respostas to ““Crítica a Barbosa não é racial. É política.””

  1. Atalito Batista Says:

    Avisem p/ face por favor.

  2. Atalito Batista Says:

    Concordo que a crítica é política só que impertinente.
    O Dr. Joaquim Barbosa mais do que apoio, merece muito respeito.
    Criticam ao Ministro, e por que não criticam a bandidagem? Quem mata a juventude e crianças? Quem reduz as penas?
    Achei esta crítica desrespeitosa, mas do que ao Min. Ao país, parem com isso.
    Participem da IVª CONAPIR 17 A IGREJA VC E O GOVERNO P/ PAZ E PLENA IGUALDADE.

  3. Todas as virtudes de Joaquim Barbosa | Conversa Afiada Says:

    […] ter fimVaquinha: Vamos ajudar José GenoínoIPTU de Barbosa em Miami sobe 37%. Mas aí tudo bem…“Crítica a Barbosa não racial. É política.”Sem tempo para prender Roberto Jefferson, Joaquim Barbosa cai no sambaTV Globo fará série sobre a […]

  4. pintobasto Says:

    Rodrigo, muito oportunas e esclarecedoras suas palavras porque gente mal intencionada logo menciona que criticam Joaquim Barbosa porque é negro. Critico duramente Barbosa porque possui uma excelente formação universitária no exterior, fala várias línguas e cometeu erros crassos como presidente do STF.
    Os brancos que deveriam sentir vergonha de ter no STF um representante de sua raça como Gilmar Mendes e mesmo esta colocação é muito subjetiva no Brasil onde existe grande miscelânia de raças! E ainda bem que assim é!

  5. Mineira consciente Says:

    Não acho que seja burrice, o problema de quinzão encaixa num dito popular conhecido, e citado por minha vovó. “Quem nunca comeu mel quando como se lambuza”. Ele se seduziu pelo poder, não soube lidar com o “canto da sereia”, embebedou-se coitado! O duro será a ressaca, de quando for jogado no lixo por aqueles que a quem ele pensa que “são seus iguais”. Pena!!!! !!!!!

  6. Rodrigo Says:

    Parabéns! É apenas isso.
    Quem discorda, critica uma pessoa, não é um “racista coxinha classe mérdia facista comedor de criancinhas”. Em que pese muitos sites de “esquerda” contarem com comentários efetivamente racistas contra Barbosa, chegando-se mesmo ao raso, pobre, senão ignorante, “argumento” “Capitão do Mato”, da mesma forma que muitos “direitistas” viam como ponto de partida crítico para Lula o fato de ter um dedo a menos, de ser nordestino.
    O negro, pois, pode ser criticado, assim como o branco, o índio, o pardo, o mulato, o cafuzo etc., haja vista serem todos seres humanos, passíveis dos mesmos erros e acertos.
    Então, combinemos que, daqui por diante, será abandonado o etiquetamento (já abandonado pelo Direito Penal), o sectarismo, a difamação, o racismo e a discriminação.
    Seguiremos discutindo, todos, mediante apresentação de argumentos e contra-argumentação, mas não via agressões.
    Ok?

  7. “Crítica a Barbosa não é racial. É política.” | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  8. pintobasto Says:

    Joaquim Barbosa mostrou até agora que é um forte candidato a ser jogado na lata do lixo da sociedade brasileira. Comportou-se como algoz do PT, principalmente de José Genoíno que sofre de problema cardíaco muito grave e com José Dirceu, cidadãos que pertencem à história política do Brasil por sua luta contra a ditadura. Podia classificá-lo como reles burlão, mas como é juiz do STF, presidindo esta corte máxima, ficará melhor como agitador político preso na Papuda, com pena igual à soma das penas que aplicou aos membros do PT de maior destaque nacional. Faltou senso de justiça e sobrou muita burrice ao Quinzão.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: