Máfia demotucana: A lista dos corruptores do ISS

Miguel do Rosário, via O Cafezinho

Saiu na Folha de quarta-feira, dia 11, a lista dos corruptores do ISS da Prefeitura de São Paulo, que começaram a atuar na gestão Serra/Kassab. É chocante pensar no que isso representou em termos de prejuízo ao erário público:

Prefeitura_SP21_Corruptos

Máfia do ISS dava ‘desconto’ maior a grandes devedores

Rogério Pagnan, José Ernesto Credendio, Pedro Ivo Tomé, Fabrício Lobel, Bruno Benevides e Adriana Farias

A máfia do ISS de São Paulo aplicava uma lógica de mercado na hora de negociar a redução dos impostos de empresas em troca de propina, indica a contabilidade da quadrilha apreendida na casa do delator do esquema.

Análise da planilha feita pela Folha revela que, quanto mais uma empresa devia à prefeitura, maior era o “desconto” obtido por ela no recolhimento dos impostos.

Outro lado: Empresas negam ter pago propina a envolvidos na máfia do ISS

O documento expõe o prejuízo causado pela quadrilha ao caixa da prefeitura. Em dois casos, menos de 1% do que era devido foi pago.

Os dados mostram que os 20 maiores devedores do ISS recolheram em média 2,43% do imposto devido. Entre os 50 maiores, os tributos recolhidos sobem para 2,99%.

Dos 410 empreendimentos sob suspeita, a média de arrecadação chega a 4,61%.

A maior dívida de imposto é referente a um condomínio de alto padrão na rua Frei Caneca (região central).

Segundo a planilha, a ATT Empreendimento, responsável pela obra, devia à prefeitura R$974,7 mil, mas só recolheu R$17,4 mil –ou 1,78%.

Para ter esse “desconto”, indica a contabilidade, pagou R$94 mil para cada um dos quatro fiscais envolvidos. A empresa não se pronunciou.

O menor percentual de ISS foi recolhido por uma empresa de alumínio que pagou só 0,63% do que devia aos cofres, segundo registro na planilha – R$1.538,00 de R$243 mil.

A prefeitura diz que analisará os casos e cobrará, com multa e juros, os valores não pagos. Segundo a Promotoria, é possível concluir que os empreendimentos recolheram só R$2,5 milhões de R$61,3 milhões de ISS – e pagaram R$29 milhões de suborno.

O percentual da propina, ao contrário do imposto pago, não mudava em função do ISS devido – era sempre 50%, conforme a contabilidade.

O documento com os valores foi achado em um computador do auditor fiscal Luís Alexandre de Magalhães, que fez acordo de delação premiada com o Ministério Público.

Na lista, a Folha identificou até ontem 64 empresas – responsáveis por cerca de 200 empreendimentos.

Há estabelecimentos de grande porte, como o shopping Iguatemi, além dos hospitais Bandeirante e Igesp. Eles negam ter pago propina.

A planilha traz até um templo religioso. Trata-se da Igreja Assembleia de Deus na rua João Alfredo, em Santo Amaro (zona sul) – que devia R$79.675,00 em 2010, mas que, pela lista, teria recolhido só R$1.837,00. A igreja diz desconhecer pagamento de propina (de R$34.200,00, pela contabilidade).

***

Leia também:

Máfia demotucana: Planilha aponta que 410 empreendimentos pagaram propina a fiscais

Receita do município de São Paulo sobre R$30 milhões com o fim da máfia dos fiscais

Fernando Haddad: “A máfia não seria descoberta sem a ajuda de Donato.”

PT defende José Eduardo Cardozo e aponta “gavetas vazias”

Antônio Lassance: Arroubo tucano é pânico

Máfia demotucana: José Eduardo Cardozo diz que processará pessoas que o ofenderam

Máfia demotucana: Investigação de propina em São Paulo avança sobre a gestão Serra

Máfia demotucana: Haddad desmente Folha sobre repasse de informações à Polícia Civil

Paulo Moreira Leite: Cardoso, Donato e a fábula da classe dominante

A máfia dos fiscais quer pegar Haddad

Máfia demotucana: Secretário ligado a José Serra será convocado a depor em São Paulo

“Não há como recuar, e não haverá recuo”, avisa prefeito Haddad

Máfia demotucana: Como a mídia protege e protege Serra e Kassab

Máfia demotucana: Quadrilha zerou ISS de 107 prédios em São Paulo

Máfia demotucana: Situação era de degradação, diz Haddad sobre a quadrilha do ISS

MP/SP mira Kassab para livrar José Serra

Serra defende ex-secretário citado no escândalo da máfia demotucana: “É íntegro e competente.”

Máfia demotucana: A dama do achaque abre o jogo

Máfia demotucana: “Arquiva”, manda Kassab

Máfia demotucana: A Folha se considera só um papel pendurado na banca

Máfia demotucana: Líder da quadrilha diz que Kassab sabia do esquema e esperava que ele “ganhasse a eleição”

“O implacável braço direito de Serra” e o caso de corrupção em São Paulo

Seus problemas acabaram: Filie-se ao PSDB

Braço direito de José Serra mandou arquivar denúncias de pagamento de propina para construtoras

Prefeito Haddad e a lição de ética

Após investigações, Haddad manda prender ex-funcionários da gestão Kassab/Serra

Há mais envolvidos no esquema de corrupção do governo Kassab/Serra, diz Haddad

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “Máfia demotucana: A lista dos corruptores do ISS”

  1. pintobasto Says:

    Uma roubalheira monumental para esfregar na cara do Joaquim Barbosa que pactua com a direita fedorenta!

  2. Máfia demotucana: A lista dos corruptores do ISS | O LADO ESCURO DA LUA Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  3. Máfia demotucana: A lista dos corruptore... Says:

    […] Miguel do Rosário, via O Cafezinho Saiu na Folha de quarta-feira, dia 11, a lista dos corruptores do ISS da Prefeitura de São Paulo, que começaram a atuar na gestão Serra/Kassab. É chocante pensar …  […]

  4. bene nadal Says:

    Isso é uma cópia do PSDB!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: