FHC sobre as eleições 2014: “Serve qualquer um, menos eles.”

FHC_Boca_Torta

Fernando Brito, via Tijolaço

A entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao jornalista Kennedy Alencar é para esclarecer quem ainda pudesse ter dúvidas. O único projeto da direita brasileira, em 2014, é derrubar o modelo de desenvolvimento experimentado pelo Brasil há dez anos.

Para isso, serve qualquer um como candidato a Presidente. É por isso que Fernando Henrique diz não se importar que Aécio Neves, eventualmente, perca a posição de segundo colocado para Eduardo Campos e, com isso, a chance de disputar a Presidência num 2º turno.

“Eu acho que o Eduardo tem de se encorpar, se ele não se encorpar nós não teremos 2º turno”, diz, admitindo que a situação ficou complicada sem quatro candidatos. Para isso conta com que o apoio de Marina Silva a Campos “vai ajudar, e é bom que ajude mesmo”.

Em outras palavras: admite que Dilma e Lula têm a maioria e que qualquer coisa é válida para que ela não se torne absoluta e os leve à vitória no 1º turno. O resto é secundário, inclusive quem terá as responsabilidades de dirigir o país.

Fernando Henrique, de forma oblíqua – nem tanto, aliás – revela o caráter plebiscitário que terão as eleições de 2014, talvez mais intenso que a de 2010, quando não se podia, ainda, caracterizar o voto em Marina Silva como de oposição a Lula.

Agora, é o “todos contra eles”, a qualquer preço.

O restante da entrevista deve ser assistido com generosidade, pela impressão de fraqueza, física e intelectual do ex-presidente que, talvez pelos problemas de saúde, tenha exponenciado a falta de projetos e ideias para o Brasil.

Mesmo em relação a Serra, perdeu a arrogância com que se expressava há três meses, quando o tratava como descartável. O problema é que Serra voltou a mostrar as garras, falando para uma plateia partidária… Mas isso é assunto para outro post.

Abaixo, a pergunta-chave das dez de Kennedy Alencar.

Tags: , ,

2 Respostas to “FHC sobre as eleições 2014: “Serve qualquer um, menos eles.””

  1. Arlete Souza Says:

    Na verdade esta elite fascista não se importa com o futuro do Brasil, o importante é a vitória deles sobre o povo trabalhador.

  2. Robson Santiago Says:

    Realmente a elite da paulicéia desvairada, está ªPª da vida, vão chupar esse umbu azedo, Dilma irá no primeiro turno, os programas para a agricultura familiar estão tirando os pobres, que sempre foram ignorado por essa elite de higienópolis, foram jogados a própria sorte. A mesma elite que golpeou Jango e o assassinou, é aquela que não quer, como nunca quis, a distribuição de renda no país, falar em distribuição em debates e teses universitárias, pode, mais levar a cabo de verdade na prática, isso não, é sacrilégio, tá amarrado, é coisa do demônio sapo barbudo, tá arrepreendido em nome de Deus e da tradição, família e propriedade.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: