Empresários brasileiros sonegam 10% do PIB

Sonegacao04

Foto de Antonio Cruz/ABr.

Crônicas do Motta

Baixar impostos e simplificar o cipoal de tributos existentes no Brasil são desejos da maioria da população.

A reforma tributária, tantas vezes tentada, não avança, porém, porque prefeitos e governadores, amparados pelos parlamentares de seus estados, não querem perder um centavo do que arrecadam.

E se nenhum deles ceder nessa questão, tudo vai continuar como está para todo o sempre.

Mas a reforma tributária é apenas uma das faces da questão, a mais visível graças ao poderoso lobby dos empresários que querem pagar menos tributos para aumentar os seus lucros.

O que poucos falam é sobre o quanto esses empresários sonegam, uma quantia fabulosa que deixa de chegar aos cofres públicos – segundo o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), só neste ano foram sonegados R$300 bilhões em tributos.

A quantia supera a riqueza produzida pela maioria dos Estados. Até o fim do ano, o valor deverá atingir R$415 bilhões, o equivalente a 10% do Produto Interno Bruto (PIB), soma dos bens e serviços produzidos no país.

O Sinprofaz desenvolveu um placar online da sonegação fiscal no Brasil. Chamada de Sonegômetro, a ferramenta permite acompanhar em tempo real o quanto o país deixa de arrecadar todos os dias. Os números são atualizados constantemente no endereço eletrônico www.sonegometro.com.

De acordo com o estudo, se não houvesse sonegação de impostos, o peso da carga tributária poderia ser reduzido em até 20% e, ainda assim, o nível de arrecadação seria mantido. A ação faz parte da campanha “Quanto Custa o Brasil pra Você?”, criada pela entidade em 2009.

A contagem começou em 1º de janeiro. O valor sonegado até o momento é superior à arrecadação do Imposto de Renda em 2011 (R$278,3 bilhões). Na comparação com o PIB dos Estados, a sonegação estaria em quarto lugar entre as 27 unidades da Federação.

Os R$300 bilhões que o governo deixou de receber até agora só estão atrás do PIB de São Paulo (R$1,248 trilhão), do Rio de Janeiro (R$407 bilhões) e de Minas Gerais (R$351 bilhões). A quantia sonegada equivale a mais do que a riqueza produzida pelo Rio Grande do Sul (R$252,5 bilhões), pelo Paraná (R$217 bilhões) e pelo Distrito Federal (R$150 bilhões).

Para chegar ao índice de sonegação, o levantamento do Sinprofaz selecionou 13 tributos que correspondem a 87,4% da arrecadação tributária no Brasil. Os principais tributos analisados foram os impostos de Renda (IR), sobre Produtos Industrializados (IPI) e sobre Operações Financeiras (IOF), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e os impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e sobre Serviços (ISS).

O Sinprofaz também incluiu no estudo as contribuições dos empregadores para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e os pagamentos de patrões e empregados ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). (Com informações da Agência Brasil)

Tags: , ,

7 Respostas to “Empresários brasileiros sonegam 10% do PIB”

  1. Vera Sueli Urbine Miranda Says:

    Que devolvam! Tá provado?! Cobrem?!

  2. H.92 Says:

    Sem falar que é com essa grana que os sonegadores corrompem os políticos para agirem em seu favor, 99,9% das vezes contra os interesses do país.

  3. H.92 Says:

    Dinheiro sonegado sai daqui para os paraísos fiscais, habitat preferencial de aves de bico grande.

  4. Empresários brasileiros sonegam 10% do PIB | EVS NOTÍCIAS. Says:

    […] See on limpinhoecheiroso.com […]

  5. florencio1 Says:

    Republicou isso em Florencio1's Blog.

  6. bene nadal Says:

    Essa é só a ponta do iceberg… A Sonegação dos empresários, com certeza é muito maior… Eu acredito que chegue a 50% de toda a arrecadação do país…E esse é um dos motivos de eles lutarem com unhas e dentes para recolocar “os representantes deles”, entenda PSDBDEMPPSETC, de volta no governo, antes que o PT resolva fazer uma devassa nas contas desses sonegadores…

  7. Maria Thereza Says:

    gostaria de saber quais medidas podem/devem ser tomadas para cabar com essa farra.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: