Médicos de Cuba, bienvenidos camaradas!

Miguel do Rosário, via O Cafezinho

A decisão do governo de trazer 4 mil médicos cubanos criou um fato político interessante. Política é feita de símbolos e Cuba é o símbolo mais polêmico, mais profundo e mais romântico da esquerda brasileira.

Entretanto, não creio que, à exceção de neuróticos de extrema-direita, alguém tema que esta iniciativa seja um ensaio para o PT deflagrar uma revolução cubana no País. Ao contrário, a medida ajuda a distensionar um pouco a relação entre o governo e os setores mais orgânicos e engajados da esquerda organizada, que vem fazendo uma crítica (muitas vezes com razão) cada vez mais severa aos recuos políticos e ideológicos do PT e da presidenta.

O governo identificou que a saúde pública é o principal motivo de angústia dos brasileiros, que o problema é mais grave nas pequenas cidades e lugares isolados, e que não havia interesse dos médicos de trabalharem nessas regiões.

Então lançou um programa, o Mais Médicos, aberto em primeiro lugar para os médicos brasileiros, os quais, influenciados pelas entidades de classe e pela mídia, não demonstraram entusiasmo por ele, nem mesmo diante de um salário de R$10 mil, três vezes superior ao piso da categoria, além de auxílio-mudança de até R$30 mil.

Ao contrário, o Brasil testemunhou o corporativismo egoísta e reacionário entre os médicos, como se a profissão deles não tivesse nenhuma responsabilidade diante dos problemas da saúde pública brasileira.

A grande mídia, como sempre faz com qualquer iniciativa do governo que vise ajudar o mais pobre, já desatou uma forte campanha contra a vinda dos cubanos. Desta vez, porém, o governo acertou na mosca. Primeiro fingiu que recuou, lá no início do programa, em julho. Apanhou um pouco da esquerda, mas conseguiu adiar essa polêmica para mais tarde, quando o programa estivesse mais consolidado. E agora, de supetão, anuncia a vinda de 4 mil médicos cubanos, que começam a chegar dentro de alguns dias.

Engraçado ver a mídia tentando usar as contradições políticas no interior das instituições para desqualificar o programa.

A Folha estampou na sexta-feira, dia 23/8, manchetão na primeira página:

Cuba_Medicos18_Folha

A posição do procurador citado pela Folha não durou algumas horas. Seu chefe, o procurador-geral do Trabalho, deu uma opinião bem diferente:

Cuba_Medicos19_Globo

De qualquer forma, esta é uma polêmica que beneficiará o governo. Há um fator aí de coragem, de enfrentamento, que faz despontar uma luzinha de esperança em relação a muitas outras demandas populares ainda não cumpridas, entre elas a democratização da mídia.

O rechaço à vinda de cubanos parte apenas daqueles setores que já não votam em Dilma Rousseff, ou no PT. A maioria da população não tem preconceito nenhum contra Cuba e seus médicos. Muito pelo contrário, em breve aparecerão imagens e vídeos desses médicos atendendo em comunidades carentes do interior que terão excelente impacto junto à opinião pública.

Trata-se de uma medida que, finalmente, fala à voz das “ruas”, visto que a bandeira por uma saúde pública melhor era a mais presente nas jornadas de junho. O governo deveria lançar algum programa de impacto, na área de saúde, também nas grandes cidades.

Bienvenidos camaradas!

***

Leia também:

Vinda de médicos cubanos reforça ódio ideológico ao PT

Mais de 70% dos médicos cubanos vão para o Norte e Nordeste

Mais Médicos: Alheias ao embate ideológico, pequenas cidades comemoram vinda de médicos cubanos

Quem são os médicos cubanos que chegam ao Brasil

Governo federal lançou o programa mais médicos e em São Paulo existe o “Maus Médicos”

O salto no IDH das cidades e o Programa Mais Médicos

Máfia de branco: Agora eles querem sabotar o Programa Mais Médicos

Médicos da Venezuela e de Cuba estão entre os primeiros no Revalida

Os ingleses querem médicos de fora. Nós, não…

Paulo Moreira Leite: O extremismo dos doutores

Jânio de Freitas: De galinhas e medicina

Folha mente: Brasil continua as negociações com Cuba para contratação de médicos

Governo federal lança o Programa Mais Médicos

Cremesp paga táxi e hora extra para funcionários irem a ato de médicos na Paulista

Ipea: Medicina é carreira com maior remuneração

Guia para entender a vinda de médicos estrangeiros

Eliane Brum: Ser doutor é mais fácil do que se tornar médico

Breno Altman: Conservadorismo de branco é atraso

Paulo Moreira Leite: Os médicos e os números por trás do preconceito

A medicina e o Brasil real

Programa Mais Médicos atrai mais de 11 mil profissionais em uma semana

Programa Mais Médicos: Ministério da Saúde mela o boicote dos doutores coxinhas

Lewandowski confirma validade do Programa Mais Médicos

Programa Mais Médicos: O farisaísmo perdeu

Médico que diz que estrangeiros são enganação tem dois filhos “importados” de Cuba

Programa Mais Médicos, o Bolsa Família da saúde

Os médicos cubanos estão chegando

***

Tags: , ,

5 Respostas to “Médicos de Cuba, bienvenidos camaradas!”

  1. Odilon José Fernandes Says:

    É preciso reformas, sempre me lembro que o modelo atual de educação é o mesmo que foi violentado pelo AI 5 em 68 esse modelo recebeu a invasão cultural escrita por Paulo Freire. Ela violenta o contexto cultural do invadido que assimila a visão de mundo do invasor lhes freando a criatividade. Reforma da saúde, da educação, política e tributária todas será bemvinda, mas creio que a reforma cultural deverá ser a primeira.. Esse governo que tem feito tanto se lembre e atente para mais essa urgência.

  2. pintobasto Says:

    A saúde pública necessita duma reforma! A medicina preventiva tem que começar a ser praticada para garantir à população saúde e corrigir o atual sistema usado pela grande maioria dos médicos que usam o relatório do diagnóstico médico laboratorial como base da receita final de medicamentos.E quanto tempo demora esse exame médico em laboratório? Um, dois ou três meses? Depois ainda vai marcar a consulta para o médico ver o resultado do exame e quantas vezes o doente acaba no pronto-socorro ou falecendo porque piorou muito com este tempo todo de espera! Muito engraçado que nunca vi em qualquer receita ou pedido de exame feito pelos médicos do SUS, a palavra URGENTE!

  3. Odilon José Fernandes Says:

    Oque me preocupa é a confiança que os amigos da ditadura tem nas leis, seria porque o STF apenas as aplica? sem se incomodar se vai promover a justiça ou a injustiça? Em regime, ao contrário das ditaduras as leis servem para promover a justiça, por isso precisa o crivo do magistrado e sua jurisprudência, pois sem eles pode configurar que o legislador a fez em seu favor e não da justiça. Se o STF fosse julgar uma ação contra os médicos cubanos será que eles levariam em conta a situação da população desses municípios abandonados pelos médicos? será que levará em conta que nossos médicos não amenizam a dor do paciente mesmo este estando com sintomas facilmente reconhecido escutando seus órgãos internos e medindo sua febre e pressão? Nossos médicos estão como os agricultores modernos, só trabalham com os recursos técnicos da indústria agrária(Eles da indústria médica) Nem mesmo uma pneumonia que com a presença do farmacêutico e os cuidados da mãe e da esposa não causavam tantas mortes com causam agora diante de um médico que espera as vezes 60 dia para que venha o resultado do exame de tomografia, enquanto esperam os pacientes morrem ou se agrava em seu estado de saúde, sem um medicamento. Os médicos cubanos reacende a esperança e a fé nas pessoas portadoras de saber cientifico, visto que com seus recursos intelectuais e humano valem mais que os nossos médicos organizados em defesa da classe contra o paciente.

  4. pintobasto Says:

    Os autores dessa polêmica estapafúrdia sobre a contratação de médicos cubanos, não estão sendo honestos com eles mesmos porque pegaram alguma orientação de teor político muito disfarçado e trataram de dar um tremendo tiro no pé que pisou no esterco. Podem contrair tétano!
    Os dirigentes desse CFM e associações médicas, mostraram ao País quanto lhes falta de honestidade moral para dirigirem entidades representativas de médicos que são profissionais muito especiais para a sociedade, sejam brasileiros, portugueses, espanhóis, cubanos, ou argentinos.
    De lamentar existirem pessoas com mentes tão tacanhas!

  5. anisioluiz2008 Says:

    Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: