Dilma Rousseff: 100% do petróleo para a educação e milhares de médicos do exterior para o SUS

Dilma_Pronunciamento03_Onibus

Via Blog do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, na sexta-feira, dia 21, que o vigor das manifestações deve ser aproveitado para que mais mudanças sejam feitas em benefício da população. Dilma anunciou, em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e tevê, que vai convidar os governadores e prefeitos das principais cidades do País para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos.

“O foco será: primeiro, a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. Segundo, a destinação de 100% do petróleo para a educação. Terceiro, trazer de imediato milhares de médicos do exterior para ampliar o atendimento do SUS”, anunciou Dilma, que ainda afirmou que vai receber os líderes das manifestações pacíficas, de entidades sindicais e dos movimentos de trabalhadores.

Para Dilma, é necessário oxigenar o “velho sistema político”, e encontrar mecanismos que tornem as instituições mais transparentes, resistentes aos malfeitos e permeáveis à influência da sociedade. Ela ainda reforçou que é um equívoco achar que qualquer país pode prescindir de partidos e do voto popular, que, segundo ela, é a base de qualquer processo democrático.

“Temos de fazer um esforço para que o cidadão tenha mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes. Precisamos muito, mas muito mesmo, de formas mais eficazes de combate à corrupção. A Lei de Acesso à Informação, sancionada em meu governo, deve ser ampliada para todos poderes da república e instâncias federativas”, destacou.

Copa

Sobre a disputa da Copa do Mundo, a presidenta Dilma destacou que o dinheiro investido na construção das arenas é fruto de financiamento, que será pago pelos proprietários ou pelas empresas que vão operar os estádios. Ela ainda pediu que os atletas e turistas que estão no País para Copa das Confederações sejam bem recebidos, assim como os jogadores brasileiros foram quando disputaram competições em outros países.

“Jamais permitiria que esses recursos saíssem do orçamento público federal, prejudicando setores prioritários como a Saúde e a Educação. Na realidade, nós ampliamos bastante os gastos com Saúde e Educação. E vamos ampliar cada vez mais. Confio que o Congresso nacional aprovará o projeto que apresentei para que todos os royalties do petróleo sejam gastos exclusivamente com a Educação”, reforçou.

Tags: , , , , , , , ,

6 Respostas to “Dilma Rousseff: 100% do petróleo para a educação e milhares de médicos do exterior para o SUS”

  1. Em Minas, a faixa que não vai sair na Globo – Vídeo manifestação | SCOMBROS Says:

    […] Dilma Rousseff: 100% do petróleo para a educação e milhares de médicos do exterior para o SUS Limpinho & Cheiroso – […]

  2. Maria Amélia Martins Branco Says:

    Os médicos brasileiros não querem ir pro interior, e depois essa nova safra de médicos novos são incompetentes,não sabem ler nem um exame simples de sangue, as palavras são de médicos competentes.

  3. Allan Fagundes Pacheco Says:

    ESTOU DECEPCIONADO COM A DILMA!! IMPORTAR MÉDICOS DESPREPARADOS PARA O BRASIL SEM SEQUER TER UMA PROVA DE AVALIAÇÃO, SERÁ UMA CATÁSTROFE!!!
    O Problema não é importar médicos. É anular o revalida!! Qualquer médico de fora pode e sempre pôde atuar no Brasil. Mas para isso tem que fazer uma prova chamada REVALIDA.

    É um absurdo trazer médicos de fora sem sequer ter uma prova para avaliá-los. Nos Estados unidos, por exemplo, para um médico estrangeiro começar a atuar, são feitos um conjunto de exames chamado USMLE – United States Medical Licensing Examination.

    O USMLE é dividido em 3 etapas, e é o seu desempenho no conjunto delas que provará às autoridades norte-americanas que está preparado para ser um médico, capaz de colocar em prática todo o conhecimento e os conceitos básicos da profissão de maneira ética.

    A primeira etapa consiste em uma prova teórica de 322 questões, com 8 horas de duração, que é realizada pela internet. A maioria dos estudantes americanos a prestam ao final no segundo ano de faculdade, pois ela testa se o médico conhece os princípios da ciência básicos para a prática da medicina e é capaz de executá-los em teoria.

    A segunda etapa é dividida em dois passos: o primeiro passo é chamado de 2CK e consiste em outra prova teórica, desta vez composta por 352 questões de múltipla escolha que devem ser realizadas em uma duração de até 9 horas. É um desafio maior do que a primeira etapa, pois determina se o médico tem o conhecimento essencial para prestar assistência aos pacientes, e apresenta questões complexas, com assuntos distintos apresentados aleatoriamente. Ou seja, você tem que ser capaz de mudar ‘dá água para o vinho’ sem perder a linha de raciocínio nem gastar tempo demais. Para piorar, a prova é cheia de ‘pegadinhas, pois algumas questões apresentam mais de uma alternativa correta, só que apenas uma das respostas é considerada a ideal.

    O segundo passo, chamado 2 CS, consiste em 8 horas de teste ao vivo que simula um dia típico em uma clínica ou um hospital norte-americano. Ou seja, você atenderá pacientes fictícios (atores treinados) e precisará provar que é capaz de se comunicar com eles com clareza e de maneira profissional, além de analisar os casos que lhe forem apresentados, requisitar os exames corretos, informá-los sobre qualquer diagnóstico, responder suas perguntas…

    Por fim, a terceira etapa é um teste de 500 questões realizado em até dois dias de duração, que mistura todos os conhecimentos que um médico deve ter em uma complexidade ainda maior do que as provas anteriores.

    Já deu para perceber que não se trata de um processo simples. Some a isso o fato de todo o exame acontecer em inglês, dificultando o entendimento de expressões e nomenclaturas da medicina para quem não é nativo na língua e estudou as mesmas em português. Por isso, é certeza que não dá para encarar uma prova desta sem se preparar antes. No brasil a vinda de médicos sem sequer uma filtragem para seleção desdes profissionais, será um desastre!! Ou será que a Dilma acha que só virão grandes especialistas para cá? Só virão tranqueiras!!! Sou médico natural de Santa Catarina e Moro atualmente no interior do MT. Aqui na minha cidade não tem RX, ultrasson, Tomografia, Ressonancia magnética e nem hospital. Faltam equipamentos e estrutura nos interiores. Os médicos nãp param no interior porque faltam condições de serviços e a cada mandato de prefeitos eles mandam embora os médicos e querem contratar outros….

  4. Que a democracia sobrepuje a intolerância e a barbárie | SCOMBROS Says:

    […] em Brasil, Política | Deixar um comentário »    Do Blog LIMPINHO & CHEIROSO.  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  5 […]

  5. Marcos Pinto Basto Says:

    A Presidente Dilma Roussef mostrou muita serenidade para tratar das reivindicações da sociedade feitas nas manifestações que assistimos. Prometeu mudanças e tocou em assunto fundamental, a transparência em todas as ações do estado e maior acesso do Povo às decisões.!
    Acredito muito na sinceridade dos propósitos e penso que estas manifestações tenham servido para alertá-la sobre as escusas intenções de quem financiou as turmas de baderneiros que a polícia já deveria ter identificado.
    A presidente podia ter aproveitado a ocasião para instituir o plebiscito como forma mais eficiente de governar com a participação de todos.
    Aguardemos como os homens ditos públicos se comportam agora porque o maior recado das manifestações ficou subentendido para todos, o Povo deseja uma administração pública mais eficiente e transparente, onde se vejam aplicadas as verbas arrecadadas como impostos.

  6. TARCÍLIO BATISTA DE MESQUITA Says:

    Na realidade, a Presidenta Dilma foi precisa em suas palavras, não deixando vácuo para interpretações dúbias. Disse tudo que eu imaginava ser necessário dizer neste momento. Deixou claro que apoia o movimento, mas não tolerará o vandalismo e a violência que uma pequena minoria teima em praticar. Deu uma informação de suma importância para o esclarecimento da população, que foi dizer que o dinheiro aplicado nas obras da copa não o foram a fundo perdido, mas a título de financiamento, o qual será ressarcido ao erário pelas entidades privadas interessadas. Deixou claro que deseja a reforma política. Explicitou que os royalties do petróleo devem ser aplicados exclusivamente na educação. Enfim, fez um discurso equilivrado, firme e bastante claro, da forma como seria de esperar da mais alta magistrada do país. Parabens a ela e aos seus auxiliares diretos que, naturalmente, devem ter colaborado na construção de seu discurso. Espero, agora, que a população compreenda e assimile tudo que foi dito pela Presidenta.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: