Em 2013, jornalismo impresso teve queda de 9,1%

Jornalismo_Impresso_Queda

Via Os amigos do presidente Lula

Os números do IBGE, mostrando a indústria expandindo 1,8% em abril em relação a março, demonstra que a pujança da economia brasileira é muito maior do que os urubólogos do noticiário querem fazer crer.

Mas em um setor a crise realmente está feia. É justamente no segmento de “edição, impressão e reprodução de gravações”, setor que engloba os jornalões como Folha, Estadão, O Globo e revistas como a Veja.

Nos primeiros quatro meses deste ano, o setor encolheu 9,1% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto a indústria como um todo cresceu 1,6%.

Segundo o relatório do IBGE, essa queda de 9,1% na produção foi ocasionada pela menor fabricação de livros, revistas e jornais.

Desse jeito, quem trabalha nas redações desses jornalões só estão vendo crise em volta de si mesmo. E quanto mais noticiam sua visão deturpada da economia brasileira, olhando só para a decadência de seus patrões, sem olhar para o que acontece no resto do Brasil, menos cidadãos vão comprar jornal e revista. Afinal, até mesmo conservadores esclarecidos não abrem mão de receber informações corretas. Basta lembrar que os leitores, se acreditassem no que leram no início do ano, estariam esperando um apagão elétrico até hoje. E jornal e revista que vive vendendo informação errada é mercadoria estragada que ninguém gosta de comprar.

Tags: , ,

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: