A diferença entre conservadores e burros

Dilma_Forbes_CapaFernando Brito, via Tijolaço

Descrita como “um poste” que não teria capacidade de governar, a presidenta Dilma Rousseff está dando um “cala a boca” de alta classe na direita brasileira.

A nova edição da lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo da revista Forbes traz a brasileira como a segunda mulher mais poderosa do mundo. Fica atrás, apenas, da alemã Ângela Merkel que, com a crise econômica, passou de chanceler da Alemanha a chanceler da Europa, que lidera o ranking pela sétima vez em dez anos.

Dilma era a terceira colocada nas duas edições anteriores e tomou o lugar que era ocupado por Hillary Clinton, agora na quinta posição.

Na apresentação a revista fala dos desafios de Dilma em retomar taxas maiores de crescimento, de seu empenho em favor do empreendedorismo e que ela conta com um novo aliado, com a eleição de Roberto Azevêdo para a presidência da Organização Mundial do Comércio, este mês.

E a presidenta não é a única na lista. Pela segunda vez, aparece a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, em 18° lugar, duas posições acima da que ocupava ano passado.

A Forbes é uma revista conservadoríssima, mas não é como a mídia brasileira que trata nossa presidenta como se fosse uma “coitada” que está no cargo sem poder de comando, espremida entre a figura de Lula e as pressões da base aliada.

Ou seja, a Forbes é de direita. E a nossa direita é burra.

Tags: , , ,

6 Respostas to “A diferença entre conservadores e burros”

  1. Dayse Says:

    Prefiro pensar em como a sociedade humana seria muito melhor se composta de homens e mulheres de mentes brilhantes, despertas, amorosas, livres…

  2. Teco Says:

    Tem os que são postes, e iluminam o povo em direção ao
    bem estar geral, e tem os FHgá,Serras,Alkmins,Aécinhos
    e assemelhados, que não passam de bundas de vaga-lume
    em se tratando de visão e real interesse do povo.

  3. Jésus Araújo Says:

    A nossa direita é burra. É vesga, arcaica, elitista e antipovo. Isto me preocupa. O revezamento no poder é saudável para as democracias. Temo uma mexicanização do Brasil, uma longa permanência do poder nas mãos das esquerdas. Infeliz do país, se essa direita que aí está chegar ao poder. Todos conhecemos o discurso (discurso?) dela. Além do vazio moralismo udenista, chegou ao ponto de prometer fazer o que está sendo feito, mas fazer melhor, porque seus políticos são mais competentes (na Venezuela, o candidato da oposição usou o mesmo discurso). Desejo a modernização da direita. É possível, com o lastro de cinco séculos de privilégios?

  4. Adriana Says:

    “PresidemtA”?

  5. A diferença entre conservadores e burros | SCOMBROS Says:

    […] A diferença entre conservadores e burros […]

  6. Benevenuto Nadal Says:

    A Forbes é de direita mas não pode se comparar com a direita brasileira… Se estivéssemos falando somente da direita brasileira, poderíamos deizer que: a diferença entre o conservadorismo de direita e burros, são as penas…

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: