A Fundação Roberto Marinho e a campanha de Eduardo Campos

Helena Sthephanowitz, via Rede Brasil Atual

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), já está em campanha para a Presidência da República. A Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) pagou, sem licitação, R$1 milhão para a Fundação Roberto Marinho. O dinheiro é só a primeira parcela referente ao projeto Museu Paço do Frevo, que o governo do presidenciável do PSB desenvolve em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A fundação dos donos da Globo recebe também gordas verbas publicitárias do governo Eduardo Campos desde 2007, por meio da Secretaria de Educação.

A Operação Voucher, em agosto de 2011, prendeu diversos funcionários do Ministério do Turismo, acusados de participarem de um esquema de fraudes envolvendo organizações não governamentais.

Uma solicitação de informações ao Tribunal de Contas da União (TCU) mostrou que o Ministério Público Federal está investigando as relações da Fundação Roberto Marinho com os desvios de dinheiro público no Ministério do Turismo.

A Fundação Roberto Marinho fez um convênio com o Ministério Turismo e recebeu R$17 milhões dos cofres públicos de 2009 até o primeiro semestre de 2011, mas não há prestação de contas sobre a aplicação dos recursos. Com o dinheiro, a ONG ligada à TV Globo deveria qualificar 80 mil profissionais, autônomos e estudantes de turismo, gastronomia e hotelaria, em cursos on-line de inglês e espanhol, para a Copa de 2014. Esse projeto recebeu o nome de “Olá, Turista!” e já encerrou suas atividades.

No entanto, não existe nem no site da ONG (sem qualquer prestação de contas com transparência), nem nos sites de controle do governo federal, nem no TCU nenhuma prestação de contas disponível (pelo menos até o momento) para o cidadão saber como esses R$17 milhões foram gastos e se de fato foram treinadas 80 mil pessoas, ajudando a combater a corrupção e o desvio do dinheiro público.

Está na hora de a CGU auditar e o TCU examinar com rigor estas contas da Empetur de Eduardo Campos e a Globo. E, se aparecerem indícios de suspeita do mau uso do dinheiro público, exigir a verba de volta.

Eduardo_Campos08_Roberto_Marinho

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “A Fundação Roberto Marinho e a campanha de Eduardo Campos”

  1. Clovis Pacheco Filho Says:

    Temos, então, um novo Collor, fabricado pelos doutores Marinhos!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: