Marina Silva cria o PSDdoB

Marina_Seria03

“Nem posição, nem oposição”, diz Marina sobre nova sigla

A ex-senadora Marina Silva afirmou no evento de fundação de seu novo partido, no sábado, dia 16, que a nova sigla não é de oposição nem de posição. Segundo ela, o necessário é tomar posições, apoiando acertos do governo e criticando os erros.

A fala de Marina remete a uma declaração do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Ao lançar em 2011 o seu partido, o PSD, ele declarou que a legenda não era centro, de direita nem de esquerda.

“Me perguntam se somos posição ou oposição à Dilma. Eu digo: nem posição, nem oposição”, afirmou Marina, segundo relata o repórter Fábio Brandt. Em seguida, a pré-candidata a presidente em 2014 disse que o bom trabalho do governo deve ser apoiado e o mau trabalho criticado – caso do projeto do novo Código Florestal.

Em seu discurso, Marina deixou claro que o tema preferencial do novo partido deverá ser o ambiental. Para ela, trabalhar pelo bem comum nos tempos de hoje é “produzir a economia de baixo carbono, proteger a água, proteger as florestas”.

Nota do Limpinho: Marina Silva continua em cima do muro como as aves de rapina.

Tags: , , , , ,

18 Respostas to “Marina Silva cria o PSDdoB”

  1. emerson57 Says:

    “a nova sigla não é de oposição nem de posição.”
    e nem é de p.. nenhuma!
    – ela só qué o pudê!

  2. Evandro Graton Says:

    “As conquistas sociais ocorreram, aparte qualquer bandalheira do governo do PT, análogas às bandalheiras anteriores dos demais partidos, e às futuras bandalheiras, dos próximos governos e próximos partidos.

    Não enxergá-las é cegueira política.”

    De fato ocorreram e são visíveis. Mas quem nega que isso só foi possível por termos uma estabilidade econômica (maior ação social para evitar a degradação do poder aquisitivo de quem ganha pouco), pela redução do gasto estatal com empresas deficitárias e cabides de emprego (como ainda é hoje a Rede Ferroviaria e a estatal de energia) – ainda que sob um processo desestatizante (como diz hoje o PT) que favoreceu somente amigos – e principalmente por ter usado uma arredação tributária cada vez maior (incluindo aí os impostos pagos pelas empresas desestatizadas, que, pela ansia capitalista, ampliaram em muito seus serviços) ?

  3. Clovis Pacheco Filho Says:

    Caro Francisco, assino em baixo! Marina é a campeão do tartufismo!

  4. textoearte Says:

    “Em seu discurso, Marina deixou claro que o tema preferencial do novo partido deverá ser o ambiental. Para ela, trabalhar pelo bem comum nos tempos de hoje é ‘produzir a economia de baixo carbono, proteger a água, proteger as florestas’.”

    Quer dizer então que a Marina agora vai lutar contra o capitalismo?

    Ou eu não entendi direito a proposta do partido?

    :))

  5. Clovis Pacheco Filho Says:

    As conquistas sociais ocorreram, aparte qualquer bandalheira do governo do PT, análogas às bandalheiras anteriores dos demais partidos, e às futuras bandalheiras, dos próximos governos e próximos partidos.

    Não enxergá-las é cegueira política.

    Eu sou membro do PSOL, e rompi com o PT muito antes do PSOL ser fundado, não por causa de bandalheiras, em si mesmas, que entendo serem inerentes à vida política brasileira, mas pelo abandono do projeto político regenerador, antioligárquico e pró-reforma agrária.

    Não ganho coisa nenhuma com o PT no poder. Pelo contrário, deixei de ganhar, porque recusei empregos na máquina burocrática, que me foram oferecidos, na condição de quadro partidário que um dia fuim, e da expressão política que tive no bairro em que trabalhava, quando do surgimento do PT, do qual sou membro fundador.

    Não sou favorável à corrupção, mas esse moralismo simplista e simplório defendido à moda da extinta e bem pouco saudosa UDN jamais teve resultados positivos.

    Sempre foi ato que se esgotou em si mesmo, sem acrescentar nada, tal como a sexualidade com as meretrizes…

  6. Pedro Marques Says:

    só se forem conquistas em favor próprio, como do Lulinha, que de tratador de zoológico, tornou-se um mega empresário da noite pro dia durante os mandatos do papai… vai ter faro pros negócios assim lá na lua… ahammm…. conquistas. Sei!

  7. francisco niteroi Says:

    De qual marina vc é fã?

    Acredito que nao seja da Pastora Marina, pastora da Assembleia de Deus que é uma igreja a criminalizar os gays e a lutar contra o projeto contra a homofobia.

    Ou talvez vc seja fã da marina cujo evento foi patrocinado, entre outros, pelo ITAU, aquele banco que aumenta seus lucros demitindo e quase levando à exaustao seus funcionarios?

    Falando nisso, a cor predominante no evento era acor do Itau, aquele banco que o presidente, e pai da organizadora do evento, disse entre linhas que queria derrubar a dilma, tudo porque ela tenta reduzir os juros.

    Pelo visto, vc tem muitas marinas pra ser fã. Da minha oarte, quero distancia de todas elas por serem uma só: HIPOCRITA.

  8. Clovis Pacheco Filho Says:

    Não dá para entender! Com tantas ligações à direita, como a da “socialista” dona Marina Silva, que reforma podemos esperar? Agrária? Urbana? Política?
    O eleitorado dela é conservador! Onde é que vemos “crente” desejando reformas?

  9. DIVERSIDADE CATÓLICA (@LUTAHOMOAFETIVA) Says:

    Marina sou seu fã,mas é preciso fazer trabalho de base desde já para ver se seu partido vai florescer,porém PSD do BRASIL,É ESSE MESMO A SIGLA DE SEU PARTIDO???? NÃO ENTENDI,NESSE PAÍS TEM MUITO PARTIDO E POUCO SE FAZ ; CADÊ A REFORMA AGRÁRIA E A REFORMA URBANA???

  10. Clovis Pacheco Filho Says:

    Não? Muro é com o PSDB, mas agora também com dona Marina et caterva…

  11. Clovis Pacheco Filho Says:

    Nem eu!

  12. Clovis Pacheco Filho Says:

    Marina… Horresco referens!

  13. Enrique Martinez Sarini Says:

    Gente, fiquem tranquilos, ninguém tem intenção de ocupar o espacio no muro que vocês dominam.

  14. regicapelari Says:

    NUNCA ACREDITEI NESSA TRAIDORA

  15. odilon José Fernandes Says:

    Acredito em oposição como a da Marina. Eu acho que a sociedade está mal representada quando tem apoio garantido no parlamento. Vejam o governo F.Color todo o parlamento contra, derrubaram-no e na sequencia Itamar fez as maravilhas de planejamento que elegeu FHC que teve o parlamento em suas mãos, digamos que a mídia também, pois vc liava a televizão e via o Brasil que vc queria ver, vc olhava para a rua e tinha que se esconder de volta porque tinha um desempregado querendo emprego ou mesmo um trabalho que lhe rendesse um prato de boia, E no governo dele sobrou apoio para as privatizações, para a reeleição. Depois veio o governo LULA que segundo a imprensa e a oposição não teve apoio espontâneo do parlamento, e a ferro e fogo que dura até hoje solucionou o problema da fome, da miséria e da exclusão social da população de baixa renda e retomou a soberania da nação saldando as dívidas com o FMI. Ás más línguas dizem que aqueles apoios aos projetos de interesse do governo Lula foram comprados, eu digo que quem comprou se realmente comprou, foi um herói como o Tiradentes o foi, pois aprovar aqueles projetos naquela altura do desespero da população foi uma dádiva dos céus. Mas creio no modelo de oposição que é a favor da pátria e da sociedade, se é a favor do presidente ou da presidenta garantem no poder injustamente governos com o do FHC e impedem de governar governos justos como foi o do LULA e está sendo o da Dilma. Parabéns Marina é possível que eu procure sua liderança aque e faça parte do seu partido.

  16. Jésus Araújo Says:

    Que falta de imaginação de Irmã Marina. O nome e o lema. Será que ela está tomando o Kassab como modelo, quiçá como guru político? E, nas próximas eleições, ela terá, certamente, os votos dos irmãos, mas não dos que protestavam contra as duas candidaturas, os quais, dizem as más línguas, eram majoritários; assim, os badalados 20% virarão fumaça. E uma socialista falar em baixo carbono e outros babados capitalistas… A propósito, não foi a ministra Marina Silva que esquematizou a privatização de floresta na Amazônia, dividindo-a em três lotes e alegando que a empresa particular preserva melhor a floresta? Como se vê, nada de novo na frente ocidental, exceto o registro do trigésimo primeiro partido, grávido, como seus irmãos mais velhos, de boas intenções.

  17. Rita Candeu Says:

    pero que si… pero que non – muito pelo contrário – entenderam?

  18. Clovis Pacheco Filho Says:

    De uma coisa podemos ter certeza: o agonizante PSDB do Serra e o fóssil vivo DEM irão apostar na dona Marina Silva, para presidente, sabendo que se for eleita, com os votos conservadores – laicos e “crentes” – ela será prisioneira deles.
    Terá que contar com esse arco reacionário para ter maioria.
    E não faltará a participação do PR do “bispo” Macedo, nem do tal de PSD do ex-prefeito Kassab!
    Com isso, estarão ameaçadas todas as conquistas dos governos Lula e Dilma.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: