Petrobras cala a boca do PIG nativo e internacional

Petrobras04_LogoVia Blog da Petrobras

Esclarecimento ao Financial Times

A Petrobras contesta com veemência artigo de autoria de Nick Butler (leia aqui a tradução do texto), publicado na quinta-feira, dia 7, em seu blog, no site do Financial Times. Ao contrário do que diz o autor, a Petrobras não enfrenta problemas de caixa, cujo saldo ultrapassa, atualmente, R$40 bilhões, e reafirma que não tem atrasado pagamentos nem tem dívidas com seus fornecedores, prestadores de serviços e FIDCs. Os pagamentos dos compromissos assumidos pela empresa são realizados de acordo com os prazos estabelecidos contratualmente.

A Petrobras esclarece, ainda, que as empresas contratadas apresentam, eventualmente, pleitos de pagamentos adicionais, que não podem ser classificados como dívida da empresa. Esses pleitos são submetidos à avaliação técnica por uma comissão constituída para este fim, bem como a uma avaliação jurídica. Concluído esse processo, que é conduzido rigorosamente de acordo com os contratos e a legislação vigente, a negociação é submetida à aprovação das instâncias corporativas competentes. Esses procedimentos são historicamente rotineiros e aplicados há muitos anos pela companhia.

A Petrobras reitera que as metas de produção da companhia estão em total alinhamento com seu plano de negócios e gestão, amplamente anunciado. No ano de 2012, a empresa se manteve dentro dos parâmetros definidos pela meta de produção de petróleo definida para o período. Em 2013, entrarão em operação seis importantes plataformas de produção. E até 2020, serão instaladas outras 38 Unidades Estacionárias de Produção (UEPs). Esse robusto portfólio garantirá, absolutamente dentro de sua programação, uma produção de 3,3 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) em 2016 e 5,7 (boe/d) em 2020, como prevê seu Plano de Negócios e Gestão 2020.

Sobre Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs), a Petrobras ressalta que não interfere na relação entre os fornecedores cedentes de crédito e os FIDCs que adquirem os créditos e que não se envolve nas discussões sobre cumprimento ou não de cláusulas contratuais entre os fornecedores e os FIDCs.

A Política de Conteúdo Local da Petrobras tem por objetivo contratar bens e serviços no País em bases competitivas e sustentáveis para suportar os projetos de investimento do seu plano de negócios e gestão. Os índices de Conteúdo Local exigidos para cada projeto são embasados em estudos que consideram as características técnicas dos bens e serviços a serem contratados, o prazo dos empreendimentos e a capacitação da indústria brasileira para atender aos requisitos das contratações. Caso haja evidência de que a indústria local não tem capacidade de atender aos requisitos de acordo com as métricas internacionais, as aquisições são realizadas no exterior.

Tags: , ,

2 Respostas to “Petrobras cala a boca do PIG nativo e internacional”

  1. Cátia Cristina Rangel Says:

    “É preciso ver quem tem uma ação efetiva e progressista” Como tem gente sem memória. Governo corrupto? Tem denúncias, sem provas diga-se de passagem. Ma suma certeza temos: quem estiver envolvido será punido e tudo será investigado. Governos do psdb: Mensalão tucano, escândalo da compra de votos pra reeleição no congresso, privataria tucana (privatizaçõers com denúncias de irregularidades e vantagens pra pessoas do governo e grupos econômicos)Escândalo da Rádio Arco Iris, Aeroporto na fazenda da família da mãe e do pai de aécin e por aí vai. Escandâlos nas licitações do metro em São Paulo. tudo pra debaixo do tapete. Mídia parcial se cala! Não a volta do arrocho salarial, desemprego, juros a 45%, poder de compra caindo, preços subindo, país quebrado três vezes,efetivação de 98 mil sem concurso pra depois demitir o pessoal por decisão do STF, Minas endividada, quebrada, sem desenvolvimento econômico, estrutura inchada, cidade administrativa mais cara do que orçad inicialmente e inaugurada cheia de problemas, estradas recém construídas e esburacadas, aécin declara que tem patrimônio de 100 mil e dirigir land rover da rádio arco íris de 192000, pego bêbado em blitz e não soprar o bafômetro, carteira vencida etc etc etc. É isso que eles querem para o Brasil: os bancos , grande mídia e grandes empresários para os trabalhadores e classe média nada, pra eles tudo. Quem conhece Aécin não vota!
    Sou mineira e faço parte da grande maioria que disse não a aécio no primeiro turno, dando vitória a Dilma 13 e vitória ao seu candidato Fernando Pimentel no primeiro turno. Quem conhece aécio não vota nele jamais. Cátia Rangel

  2. " F I N I T U D E " Says:

    […] Petrobras cala a boca do PIG nativo e internacional […]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: