Outra “barriga” da Folha: Oposição cega leva jornal a mais um erro primário

Eliane_Cantanhede11_Barriga

Em sua coluna de terça-feira, dia 12, a jornalista Eliane Cantanhêde, da Folha, apontou um suposto paradoxo da América Latina: enquanto o mau aluno, Brasil, tende a reeleger sua presidente Dilma Rousseff; o bom aluno, Chile, deve rejeitar a reeleição de Sebastian Piñera. Ocorre que, no Chile, Piñera não poderá ser reeleito por uma razão muito simples: a Constituição do país não permite dois mandatos consecutivos e o atual presidente só cogita voltar em 2018. Na disputa deste ano, a favorita é a ex-presidente Michelle Bachelet.

Via Brasil 247

Eleições presidenciais estão marcadas no Chile para o dia 17 de novembro de 2013. A menos que ocorra uma hecatombe, a ex-presidente Michelle Bachelet, que representa forças de esquerda, será eleita para mais um mandato de quatro anos. A realidade política chilena levou a jornalista Eliane Cantanhêde, da Folha, a apontar um suposto paradoxo na América Latina. Segundo ela, enquanto o mau aluno, Brasil, tende a reeleger sua presidente Dilma Rousseff; o mesmo não ocorre com o Chile, melhor aluno da classe. “No simpático e aplicado país sul-americano, a economia vai bem, mas a reeleição do presidente Sebastián Piñera vai mal. No melhor país do mundo, que é o nosso, a economia não está lá essas coisas, mas a reeleição de Dilma Rousseff em 2014 vai de vento em popa”, diz ela (leia mais aqui).

Talvez os eleitores chilenos e brasileiros não sejam capazes de discernir o que é melhor, como sugere Eliane, mas a análise tem um erro básico. A Constituição chilena não permite a reeleição e, portanto, Piñera não poderá se candidatar – o que se discute, hoje, é sua eventual volta em 2018.

No início do ano, Cantanhêde já havia cometido um erro, ao afirmar que uma reunião rotineira, no Ministério de Minas e Energia, havia sido convocada emergencialmente para enfrentar um apagão iminente. Como se sabe, os apagões viraram apaguinhos e depois foram tratados, pela Folha, como uma ameaça para 2014, ano de Copa do Mundo.

O que fica claro, mais uma vez, é que a oposição cega tem levado o jornal a cometer erros primários.

Tags: , , , , , , ,

8 Respostas to “Outra “barriga” da Folha: Oposição cega leva jornal a mais um erro primário”

  1. albargon Says:

    A Catanhede estah fazendo terrorismo!

  2. Teco Says:

    Logo estará compondo com o Macaco Simão, na parte cômica
    do jornaleco. Bom para levar ao banheiro, e facilitar o serviço,
    pois é de se cagar de rir.

  3. Clovis Pacheco Filho Says:

    Mais uma cantanhedice… Minha cara Sônia, a dona Cantanhede não aprende, mesmo!

  4. Sonia Montenegro Says:

    O erro pior que Dona Cantanhede certamente não ignora, o que prova a sua descarada parcialidade é que os chilenos, ainda que pudessem reeleger Piñera, certamente não o fariam pq é pessimamente mau avaliado e, voltam para Bachellet, sua opositora no país. No Brasil, o caso é oposto. A reeleição de Dilma, que espero que aconteça, se daria/dará pela excelente avaliação do projeto iniciado no Brasil desde 2003.

    Sonia.

  5. Clovis Pacheco Filho Says:

    A barriga foi aberta, a começar pelos intestinos, e dela saiu o que era de se esperar…

  6. Bisa Says:

    Saiu pela culatra, o disparo inimigo!

  7. " F I N I T U D E " Says:

    […] Outra “barriga” da Folha: Oposição cega leva jornal a mais um erro primário […]

  8. Clovis Pacheco Filho Says:

    Então, o melhor que a dona Cantanhede faz é ir cantanhedar noutra freguesia!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: