O bicheiro Cachoeira, chefe de Policarpo Jr. da Veja, é preso novamente

Cachoeira26_Preso

Daniela Novais, via Brasília em Pauta

O bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira foi preso novamente na tarde de sexta-feira, dia 7, em Goiânia. A Polícia Federal foi até a casa de Cachoeira para cumprir mandado de prisão expedido pelo juiz da 11ª Vara Federal, Alderico Rocha Santos, que divulgou a sentença de condenação do contraventor, que foi condenado a 39 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha.

Após nove meses preso, Cachoeira havia sido solto dia 20 de novembro em razão de uma decisão da 5ª Vara Criminal em Brasília. A juíza Ana Cláudia Costa Barreto condenou o bicheiro a cinco anos de prisão em regime semiaberto. Em função disso, na mesma sentença, a juíza havia expedido um alvará de soltura para o bicheiro, que estava preso preventivamente.

Alderico é responsável pelo processo da Operação Monte Carlo, que culminou na prisão do contraventor em fevereiro deste ano e afirmou que reavaliou a necessidade da prisão preventiva do contraventor. O pedido de prisão faz parte da sentença de quase 500 páginas referente ao processo principal da operação Monte Carlo, que saiu na sexta-feira, dia 7.

A sentença teve origem nas acusações elaboradas pelos policiais federais que participaram da Operação Monte Carlo. Até então, Cachoeira encontrava-se em liberdade provisória, esperando a sentença, pois um habeas corpus havia revogado a prisão preventiva que o manteve atrás das grades por 266 dias entre fevereiro e novembro deste ano. Ele é apontado como cabeça de um esquema baseado no jogo ilegal que, mais tarde, se expandiu para desvio de recursos públicos e ligações obscuras com setores da imprensa e da política nacional, a revista Veja e o ex-senador do DEM Demóstenes Torres, que acabou sendo cassado.

O processo em curso na 11ª Vara Federal é o principal dentre as acusações contra o bicheiro e apura as acusações de formação de quadrilha armada, corrupção ativa e passiva, peculato e violação de sigilo, crimes apontados pela PF e pelo Ministério Público Federal (MPF) em decorrência da Operação Monte Carlo. Ainda na 11ª vara, o bicheiro responde a outro processo por contrabando e descaminho de peças para máquinas caça-níquel.

Leia também:

Indiciada, Andressa diz que Policarpo Jr. era “empregado” de Cachoeira

Tags: , , , , , , , , ,

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: