Se quiser, Joaquim Barbosa já pode avocar o processo da Lista de Furnas

Comprovação da conexão entre o processo que apura a Lista de Furnas, em tramitação na TRF/RJ, e o Inquérito 3.530 muda cenário político.

Via Novo Jornal

No meio do turbilhão causado pela intenção de Marcos Valério de incluir-se nos benefícios da “delação premiada”, surge um novo fato que deverá aquecer ainda mais o clima político no País, pois o processo que “dormia” há mais de 4 anos na Justiça Federal carioca deverá, em breve, subir para o Supremo Tribunal Federal (STF), após o advogado Dino Miraglia do denunciante Nilton Monteiro ter arguido a conexão entre o inquérito 3530, que apura os crimes praticados por Eduardo Azeredo, Clésio Andrade e Walfrido dos Mares Guia, e o processo da Lista de Furnas, já que os crimes envolvem as mesmas partes e um fato é consequência do outro.

O Inquérito 3.530 apura incêndio criminoso e oito tentativas de homicídios contra familiares do denunciante do esquema, Nilton Monteiro, que mesmo sem qualquer julgamento ou condenação permaneceu por meses preso, por meio de um esquema montado para desacreditá-lo perante a opinião pública. Monteiro foi o autor de denúncias envolvendo as principais lideranças do PSDB mineiro e nacional.

Foi com base nas denúncias e documentos apresentados por Monteiro que se iniciaram as investigações que culminaram com o processo do mensalão tucano/mineiro e a Lista de Furnas. Segundo juristas, esses procedimentos que deveriam, há muito tempo, andar juntos, pois ambos ocorreram em período eleitoral com o pretexto de financiar campanhas políticas e foram praticadas pelas mesmas pessoas.

Embora a grande imprensa insista em afirmar que Marcos Valério procurou a PGR para denunciar apenas o esquema montado pelo PT, sabe-se que o mesmo, na verdade, pretende evitar o que ocorreu em relação ao processo do “mensalão” do PT, onde se propôs a colaborar somente ao final, embora seu advogado Marcelo Leonardo insista na tese que seu cliente foi réu colaborador. Assim como em relação ao “mensalão” do PT, Marcos Valério é o pivô do mensalão tucano e nova condenação seria fatal.

A decisão do ministro Joaquim Barbosa, a respeito do pedido de conexão, é aguardada para as próximas horas.

Movimentação do Inquérito 3.530 no STF

Tags: , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Se quiser, Joaquim Barbosa já pode avocar o processo da Lista de Furnas”

  1. Clovis Pacheco Filho Says:

    Sou dos que pagam para ver se o ministro Joaquim Barbosa mostrará tanto zelo e severidade com relação ao mensalão tucano! O personagem central, aliás, é o mesmo Marcos Valério!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: