Recordar é viver: Ministro Serra, a Operação Sanguessuga e o escândalo das ambulâncias

Via Alm@ci

Em 4 de maio de 2006, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Sanguessuga para desarticular o esquema de fraudes em licitações na área de saúde. De acordo com a PF, a quadrilha negociava com assessores de parlamentares a liberação de emendas individuais ao Orçamento da União para que fossem destinadas a municípios específicos. Com recursos garantidos, o grupo – que também tinha um integrante ocupando cargo no Ministério da Saúde – manipulava a licitação e fraudava a concorrência valendo-se de empresas de fachada. Dessa maneira, os preços da licitação eram superfaturados, chegando a ser até 120% superiores aos valores de mercado. O “lucro” era distribuído entre os participantes do esquema. Dezenas de deputados foram acusados.

Segundo a Polícia Federal, a organização negociou o fornecimento de mais de mil ambulâncias em todo o País. A movimentação financeira total do esquema seria de cerca de R$110 milhões, tendo iniciado em 2001. Na operação foram presos assessores de deputados, os ex-deputados Ronivon Santiago e Carlos Rodrigues, funcionários da Planam (empresa acusada de montar o esquema de superfaturamento e pagamento de propinas) e a ex-assessora do Ministério da Saúde Maria da Penha Lino. O grupo ficou conhecido como a “máfia das ambulâncias” ou também “máfia dos sanguessugas”.

A “máfia das ambulâncias” teve sua origem na gestão do então ministro José Serra e permaneceu em atividade nas gestões de Barjas Negri (ambos do governo FHC), Saraiva Felipe e Humberto Costa (ambos do governo Lula) quando este foi alertado pela CGU em 30 de novembro de 2004. As especulações sobre as responsabilidades dos ministros no episódio tornaram-se importante componente da disputa eleitoral de 2006, em função das candidaturas a governador de José Serra, em São Paulo, e Humberto Costa, em Pernambuco. Especulações e ataques foram desferidos contra ambos e têm tido constante presença nos debates políticos destas eleições.

Vídeos e fotos em que Serra aparece junto com vários deputados incriminados no esquema distribuindo pessoalmente as ambulâncias e agradecendo o empenho destes nas emendas, uma reportagem da IstoÉ com depoimento dos Vedoin, fotos diversas e reportagens do Correio Brasiliense, mostrando um ofício do Secretário Executivo do Ministério da Saúde, na gestão Serra, determinando ao Fundo Nacional de Saúde para “providenciar o empenho e elaboração do convênio”, além da ligação de Serra com “Platão Fischer Pühler”, este figura central de outro escândalo, o dos vampiros, podem arranhar sua imagem e arrastá-lo para o centro das polêmicas.

Duas ambulâncias apreendidas após a Operação Sanguessuga da Polícia Federal que estavam há mais de um ano sem uso serão doadas a dois hospitais públicos de Salvador. Os veículos, que tiveram a compra superfaturada em um esquema ligado à chamada máfia dos sanguessugas, foram encontrados em 2008 em um terreno baldio no bairro de Mata Escura, na capital baiana. Desde então, estavam encostados no pátio do Detran.

Discurso de José Serra quando comprou ambulâncias da Planan: “Dinheiro do povo foi bem gasto.”

Tags: , , , , ,

2 Respostas to “Recordar é viver: Ministro Serra, a Operação Sanguessuga e o escândalo das ambulâncias”

  1. Prender Eduardo Cunha é ‘chutar cachorro morto’, quero ver a Lava Jato prender um tucano | Luíz Müller Blog Says:

    […] 5 – https://limpinhoecheiroso.com/2012/10/15/recordar-e-viver-ministro-serra-a-operacao-sanguessuga-e-o-… […]

  2. Eugenia Says:

    Precisamos sempre dessa memorização. Afinal esse “distinto e honesto” cidadão “Cerra”, voltou para o SENADO, pelo estado de SP. “Alerta vermelho”.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: