FHC disse muitas vezes: “Não levem a sério o que digo.”

Via Maria Frô

Quando presidente FHC questionado sobre suas incongruências entre sua prática neoliberal e sua produção com algum verniz marxista disse: “Esqueçam o que escrevi.”

Há 11 anos, em 20o1, ele reafirma isso de modo contundente: “Quem sabe [na área de Ciências humanas, a área de FHC] a gente possa criar até certa idade, mas depois dos 70 não tem jeito.”

FHC tem 81 anos, faz 11 anos, portanto, que ele não cria nada, a não ser confusão e vergonha alheia todas as vezes que abre a boca para mostrar sua inveja doentia do Lula.

Por isso eu nem me dou ao trabalho de acompanhar as besteiras que ele diz quando a Folha corre atrás dele, eu costumo respeitar os mais velhos, especialmente quando eles já não podem ser considerados seres autônomos e necessitam dos cuidados de outrem. Eu respeito o Estatuto do Idoso.

Para FHC, professor é “coitado” que não conseguiu ser pesquisador

Folha Online / 27/11/2001 / 19h39

O presidente Fernando Henrique Cardoso cometeu hoje uma gafe com os professores durante a cerimônia de entrega do prêmio nacional do Finep de inovação tecnológica.

Ao relatar sua experiência como professor no Instituto de Estudos Avançados de Princeton (EUA), FHC afirmou que os pesquisadores e bolsistas da universidade que não conseguiam produzir viravam professores.

“Se a pessoa não consegue produzir, coitado, vai ser professor. Então fica a angústia: se ele vai ter um nome na praça ou se ele vai dar aula a vida inteira e repetir o que os outros fazem”, afirmou o presidente.

Ao encerrar discurso na cerimônia de entrega do Prêmio Finep de Inovação Tecnológica, FHC afirmou: “Lá [o instituto de Princeton] é um lugar de pessoas selecionadas nos Estados Unidos, de jovens PhD, os mais brilhantes – eu não era, porque eu já era professor, eu não sou brilhante, mas estava lá.”

Depois de afirmar que os que não conseguem produzir vão dar aula, FHC continuou: “Aí me ensinaram uma coisa que me deixou muito atormentado a vida toda: eles [do instituto] pegam os mais jovens, porque, para poder ter capacidade de inovação, para ter criatividade, pelo menos em física teórica e matemática, tem de ser muito jovem”.

Segundo o presidente, os mais velhos sabem muito, “e quem sabe muito não cria, fica com medo de criar, porque ‘fulano fez isso, beltrano fez aquilo, se eu disser isso vão dizer que é ridículo’”.

Para FHC, 70, o que o salva é que pertence à área de ciências humanas. “Quem sabe [nessa área] a gente possa criar até certa idade, mas depois dos 70 não tem jeito.”

Tags: , , , , ,

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: